Tramagal | Museu Metalúrgica Duarte Ferreira, um projeto com a “influência” que Abrantes quer replicar

Museu MDF, em Tramagal (Abrantes), esteve em destaque na Croácia no Best Heritage 2019. Foto: CMA

O Museu Metalúrgica Duarte Ferreira (MDF), inaugurado há dois anos em Tramagal, Abrantes, e considerado o Museu do Ano em 2018, representou este ano Portugal na conferência mundial ‘Best Heritage’ que se destina aos melhores museus do mundo, em cerimónia que decorreu em Dubrovnik, na Croácia. O vereador Luís Dias salientou na última reunião de executivo o orgulho que sentiu por poder levar a história e a cultura das gentes de Tramagal a um dos maiores palcos mundiais da Museologia. 

PUB

O Museu Metalúrgica Duarte Ferreira, situado em Tramagal, distinguido em 2018 com o Prémio Museu do Ano, atribuído pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM), representou Portugal na conferência “The Best in Heritage”, que decorreu entre os dias 25 e 27 de setembro em Dubrovnik, na Croácia.

O vereador Luís Dias e a museólogoa Lígia Marques levaram o Museu MDF ao Best Heritage, na Croácia. Foto: CMA

Um trabalho “desenvolvido no nosso território, na vila de Tramagal, um projeto para a comunidade”, começou por dizer o vereador Luís Dias, responsável pelo pelouro da Cultura na Câmara Municipal de Abrantes, acrescentando que “dos 28 apresentados em Dubrovnik foi seguramente daquele que ficará na memória dos representantes de 19 nacionalidades que tiveram oportunidade de estar no teatro”.

Reunião da Câmara Municipal de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

O vereador mostrou o diploma, “puramente simbólico” que representa a presença do Museu de Tramagal na conferência mundial ‘Best Heritage’, na sua 18ª edição, dizendo ter sido “um privilégio tremendo” estar naquele encontro mundial de museus.

“Chamam-lhe projetos de influência e é isso que pretendemos com este projeto e com outros a nível museológico que estão agora em curso. Que possam influenciar a comunidade como este influenciou e como todos os outros 27 influenciaram um pouco por todo o mundo”, referiu Luís Dias.

PUB
Museu MDF foi o Melhor Museu em Portugal no ano 2018. Foto: CMA

Nesta conferência anual, numa organização conjunta entre a European Heritage Association, a ICOM, “organismo internacional que suporta todas estas práticas”, explicou o vereador, e o consórcio Europa Nostra com o apoio da Europa Criativa, estão presentes projetos museológicos premiados, mas também de património e conservação, de todo o mundo.

“A forma como o Museu foi apresentado, reconhecido como projeto de influência, tivemos um placa Best Heritage, a melhor do património, e isto enaltece todo o trabalho que é feito não só em Portugal ao nível da museologia mas tudo aquilo que é feito essencialmente para as pessoas, com as pessoas, e que influenciam projetos no nosso território. Há uma publicação de referência que foi apresentada, com texto em inglês, que serviu de suporte à apresentação do projeto”, deu conta.

Reunião da Câmara Municipal de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

No entanto, não deixou de apontar o dedo aos desinteressados. “Seria interessante que os órgãos de comunicação social dessem relevância” ao facto do MDF ter sido escolhido entre cerca de 300 museus premiados de todo o mundo, criticou reconhecendo que alguns dos jornais regionais e locais “deram alguma relevância” à presença deste Museu na Croácia.

Outro museu nacional também participou no evento, o PO.RO.S – Portugal Romano em Sicó, localizado em Condeixa-a-Nova, mas no âmbito de um outro projeto, “onde estiveram 14 projetos representados a nível mundial, sobre filmes, uma parte mais tecnológica” explicou.

Museu MDF em destaque entre os melhores Museus Mundiais. Foto: CMA

Luís Dias destacou ainda que “o design destes dois projetos foi feito pelo empresário abrantino, Paulo Passos, que também marcou presença” no evento “portanto o nome de Abrantes – e de Tramagal – foi constantemente abordado durante estes dias”. Em representação do Município de Abrantes na conferência esteve também a museóloga Lígia Marques.

O MDF, inaugurado no Tramagal a 1 de maio de 2017, que já teve perto de 9 mil visitantes ao longo destes dois primeiros anos, foi ainda distinguido com uma menção honrosa na categoria “Investigação”, pelo trabalho coordenado pela jornalista Patrícia Fonseca e publicado no livro “1879-1997 | Metalúrgica Duarte Ferreira, uma história em constante metamorfose”.

Diploma que o MDF mereceu na conferência mundial ‘Best Heritage’ 2019, na Croácia. Créditos: CMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here