Torres Novas | Pedro Barroso assinala 50 anos de carreira no Teatro Virgínia

Pedro Barroso assinala 50 anos de carreira em dezembro, no Teatro Virgínia em Torres Novas. Foto: DR

O concerto comemorativo dos 50 anos de carreira do músico Pedro Barroso, a 21 de dezembro, fecha a programação deste ano do Teatro Virgínia, em Torres Novas, com Cuca Roseta e comédia de improviso também em cartaz.

PUB

A temporada de outubro a dezembro do Teatro Virgínia foi hoje dada a conhecer pela autarquia, tendo o presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira (PS), destacado à Lusa uma “programação de muita qualidade, multifacetada, e direcionada para diversos tipos de público, nas mais diversificadas áreas performativas” da programação do teatro municipal.

“A programação deste trimestre segue em linha com a qualidade de oferta cultural que fazem do Virgínia e de Torres Novas uma referência na região e no país”, afirmou o autarca, tendo destacado a presença no cartaz das várias coletividades do concelho ao nível do teatro, dança e música, a par dos espetáculos de ópera, com “Carmina Burana” (em outubro), fado, com Cuca Roseta (em novembro), dança clássica, com o “Lago dos Cisnes” (em dezembro), os Harlem Gospel Choir e um tributo a Prince (em dezembro), e ainda o concerto comemorativo dos 50 anos de carreira do músico Pedro Barroso, a fechar a programação do ano, a 21 de dezembro.

A nova temporada abre a 14 de setembro com a 14.ª edição do Estágio para Jovens Instrumentistas Torrejanos, do Conservatório de Música do Choral Phydellius, ao que se seguirá, a 21 de setembro, um concerto de Mazgani com o seu último álbum de originais (“The Poet’s Death”) e Luís Franco Bastos com o espetáculo “Consciente”, o seu novo solo de comédia.

Em outubro celebram-se os aniversários da inauguração (63.º) e da remodelação (14.º) do atual edifício do Teatro Virgínia, decorrendo no dia 11 uma sessão para escolas de “O Republicário”, um espetáculo da Casa da Esquina, destinado a alunos do 3.º ciclo e do secundário, e um concerto da banda local Dog’s Bollocks seguidos de Sam Alone, com entrada livre.

PUB

No dia 12 de outubro, sobem ao palco Ana Bola e José Pedro Gomes com a peça “Casal da Treta”, terminando a programação do mês com um espetáculo de novo circo da companhia Erva Daninha.

Em novembro, o Teatro Maior de Idade estreia a peça “A Criação do Mundo” no dia 08, numa sessão para escolas e instituições, repetindo no dia 09 para o público geral. Ainda em novembro, atuam o bailarino Marco da Silva Ferreira (dia 16) e a fadista Cuca Roseta (dia 23), culminando o cartaz desse mês com Mário Daniel a apresentar o espetáculo interativo “Minutos Mágicos”.

Em dezembro, mês que Pedro Ferreira disse ser “muito especial” em termos de oferta cultural, atua o Harlem Gospel Choir no dia 07, com um tributo especial a Prince, e a companhia Russian Classical Ballet apresenta o espetáculo de bailado “Lago dos Cisnes” (dia 20).

Antes, nos dias 12 e 13, Catarina Requeijo aborda as questões de género no espetáculo “É pró menino e prá menina”, em sessões para escolas e para famílias.

O último espetáculo do ano, no dia 21, vai comemorar os 50 anos de música e palavras da carreira de Pedro Barroso, músico com fortes ligações ao concelho, residente em Riachos, e onde a autarquia está a edificar uma Casa-Memória com o espólio do artista.

Os bilhetes estarão à venda a partir de segunda-feira, dia 26 de agosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here