Torres Novas | ETAR de Fungalvaz entra em testes esta quinta-feira

ETAR Fungalvaz Foto: Águas do Ribatejo

A ETAR de Fungalvaz, freguesia de Assentis, Torres Novas, que se encontra desde o início do ano a aguardar a ligação da energia elétrica pela EDP para poder funcionar, deverá entrar em testes esta quinta-feira, 11 de abril, anunciou a empresa Águas do Ribatejo. A EDP garantiu à empresa intermunicipal que o sistema estará em funcionamento nesta data.

PUB

Num esclarecimento enviado ao mediotejo.net, a EDP afirma que “deu seguimento ao pedido de ligação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Fungalvaz à rede de distribuição elétrica, tendo os trabalhos sido concluídos no final de março”.

Segundo a Águas do Ribatejo, a estação de tratamento de águas residuais (ETAR) e as respetivas estações elevatórias encontram-se concluídas desde dezembro e desde janeiro que se aguarda a ligação à rede elétrica. “Só com energia será possível fazer o comissionamento dos equipamentos e infraestruturas com a supervisão do Instituto da Soldadura e da Qualidade. A EDP garantiu a conclusão do processo na próxima quinta-feira”, adianta em comunicado de imprensa o presidente do Conselho de Administração da Águas do Ribatejo, Francisco Oliveira.

A mesma informação refere que “foi necessário instalar uma linha aérea de Média Tensão e um Posto de Transformação para além da linha de baixa tensão que transporta a energia aos novos equipamentos”. A Águas do Ribatejo vai agora realizar os “testes de tratamento de águas residuais ainda durante o mês de abril, prevendo-se que a ETAR entre em pleno funcionamento durante o mês de maio. Com a nova ETAR em pleno, serão desativadas a ETAR e fossas sépticas existentes”.

Toda esta obra resulta de um investimento de 756.200 euros, financiados pelo POSEUR Portugal 2020 em 642.770 euros. “A operação realizada tem em vista um sistema adequado de recolha, drenagem e tratamento da águas residuais e a consequente redução da poluição urbana na massa de água associada ao sistema de Fungalvaz, nomeadamente a Ribeira da Beselga, que vai desaguar ao Rio Nabão”, termina.

PUB

Estão ainda em fase de conclusão as obras nos sistemas de saneamento de Lapas/Ribeira Branca e Chancelaria/Pedrógão, cujo orçamento global é de cerca de 10 milhões de euros. Encontram-se a decorrer as empreitadas de Rexaldia (1.384.000 euros) e Alcorochel (691.134 euros).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here