Torres Novas | Casimiro Pereira recebe medalha de ouro dos Bombeiros Torrejanos

Executivo Torrejano de 1985, com Casimiro Gomes ao centro (terceiro a partir da esquerda). Foto de 2015 em homenagem municipal Foto: mediotejo.net

No próximo dia 26 de janeiro, sábado, pelas 16h00, no quartel dos Bombeiros Voluntários Torrejanos (BVT), decorre a cerimónia da entrega da medalha de ouro da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos (AHBVT) a Casimiro Gomes Pereira, bem como a entrega do diploma e classificação de sócio honorário.

PUB

Segundo nota de imprensa da instituição, esta homenagem foi proposta pela direção da AHBVT, em assembleia de 30 de novembro, e aprovada por unanimidade. Recorde-se que Casimiro Pereira apresentou em outubro a sua obra “Memórias Políticas”, tendo anunciado  que o valor obtido com a venda iria reverter a favor dos Bombeiros.

Casimiro Pereira exerceu, de entre outros cargos, o de presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, de 1979 até 1987. Foi “graças a si e ao executivo da época que se conseguiu o terreno onde se instalou o quartel dos bombeiros e que a câmara doou à associação após a obra concluída”, refere a mesma informação.

“Remonta também a essa época o compromisso de a autarquia comparticipar com 25% todas as aquisições/investimentos em equipamentos necessários ao exercício da nossa missão, bem como uma participação fixa, atualizável para as despesas correntes. Na altura, para o quartel, a câmara municipal comparticipou a parte não comparticipada pelo Estado”, continua.

 

PUB

1 COMENTÁRIO

  1. O Presidente Casimiro é merecedor desta justa homenagem por tudo o que fez pelo concelho e acima de tudo pelo que fez pelos Bombeiros Torrejanos. Foi de facto uma pedra chave para que o quartel fosse construído tendo inclusivamente a Câmara suportado a parte que o Estado não comparticipou na obra da construção. Mas outros amigos também deram a sua colaboração porque trabalhos desta ordem só se podem fazer em equipa. Por isso permito-me aqui recordar, de entre outros amigos, a memória do saudoso Padre Amílcar Fialho que na altura era o Comandante dos Bombeiros e muito colaborou no desenvolvimento da obra. Mas há um pequeno reparo a fazer. A Câmara de facto arranjou o terreno para o quartel, mas não o ofereceu, mas sim permutou-o com o quartel velho e por isso mais tarde, talvez 10 anos passados, é que foram feitas as duas escrituras devido às burocracias habituais. Depois a Câmara acabou por vender o quartel velho. De qualquer forma renovo os meus parabénscom um grade abraço ao Presidente Casimiro Gomes Pereira digno merecedor destas Justas homenagem e distinção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here