Tomar | Quinta do Bill, Ana Moura, Azeitonas e Rui Veloso na Festa dos Tabuleiros

Quinta do Bill atuam na Festa dos Tabuleiros 2019. Foto: mediotejo.net

Os Azeitonas, Quinta do Bill e Rui Veloso juntam-se a Ana Moura, Blaya e Wet Bed Gang no cartaz de espetáculos da Festa dos Tabuleiros de Tomar, anunciou a Comissão da Festa. Os concertos vão decorrer no Estádio Municipal de Tomar entre os dias 5 e 8 de julho e a estes nomes ainda se vão juntar mais duas bandas locais, os FH5 e ‘Tomar-lhe o Gosto’.

PUB

A apresentação oficial da Festa dos Tabuleiros vai decorrer esta terça-feira, dia 23 de abril, às 18:00, e vai contar com a presença de vários elementos dos Quinta do Bill e Azeitonas, na Casa Vieira Guimarães, em Tomar.

PROGRAMA:

5 de julho (sexta feira) – Blaya e Wet Bed Gang
6 de julho (sábado) – Quinta do Bill e Os Azeitonas
7 de julho (domingo) – Rui Veloso e FH5
8 de julho (segunda feira) – Ana Moura e Tomar-lhe o Gosto (com entrega de prémios das ruas populares ornamentadas)

Durante dos 10 dias de animação da festa dos Tabuleiros (29 de junho a 8 de julho) está prevista animação diária no arraial do jardim da Várzea Pequena e no parque do Mouchão, neste caso com entradas livres. A soprano Lara Martins, Orquestra Ligeira de Ourém, Tributo a Pink Floyd, noite de fados e festival de folclore são alguns dos nomes e espetáculos previstos.

PUB

A Festa dos Tabuleiros vai realizar-se entre 29 de junho e 08 de julho, em Tomar, prevendo-se mais de 750 tabuleiros no principal cortejo. Esta é uma das manifestações culturais e religiosas mais antigas de Portugal, realizando-se de quatro em quatro anos por decisão da população.

Decidida a realização desta edição em abril de 2018, o número de tabuleiros que vão participar no cortejo e na bênção marcados para 07 de julho ainda não está definido, mas o “grande entusiasmo” em torno da festa faz prever que possam “chegar aos 750 ou até um pouco mais”, ultrapassando os 690 da edição de 2015, disse a mordoma, Maria João Morais.

O trabalho de confeção das flores para os tabuleiros e para a ornamentação das ruas já está em curso nas 11 freguesias do concelho, sendo que a abertura das Ruas Ornamentadas está marcada para 04 de julho, prolongando-se até ao encerramento, no dia 08, quando é feita a distribuição do Bodo ou Pêza.

Os Azeitonas vão animar a Festa dos Tabuleiros 2019. Foto: DR

O Cortejo do Mordomo acontecerá no dia 05 de julho e os Cortejos Parciais dos Tabuleiros a 06, dia em que se disputam as finais dos jogos populares e se expõem os tabuleiros na Mata dos Sete Montes (de acesso ao Convento de Cristo).

Maria João Morais afirmou que se iniciaram, entretanto, os trabalhos de investigação para sustentação da candidatura da Festa dos Tabuleiros a Património Nacional e posteriormente a Património Imaterial da Unesco.

Os tabuleiros da festa de Tomar, únicos com esta forma nas tradicionais festas do Espírito Santo que se realizam um pouco por todo o país, têm na base um cesto de verga que é enfeitado com um pano bordado ou em renda.

No cesto são espetadas cinco ou seis canas, dependendo da altura da rapariga que o vai transportar, que levam cinco ou seis pães (no total têm de ser obrigatoriamente 30), numa estrutura que é enfeitada com coloridas flores (papoilas e espigas são obrigatórias) e encimada com uma coroa que leva uma pomba branca ou a cruz da Ordem de Cristo.

A Festa dos Tabuleiros vai realizar-se entre 29 de junho e 08 de julho, em Tomar, prevendo-se mais de 750 tabuleiros no principal cortejo. Foto: Luís Ribeiro

A rapariga traja de branco com uma faixa da cor dominante do tabuleiro que transporta à cabeça (com cerca de 10/11 quilogramas), cor que o rapaz usa também na gravata e na cinta que enfeitam o fato de camisa branca e calça preta.

Com origem pagã, simbolizando a época das colheitas, a Festa dos Tabuleiros adquiriu caráter religioso na Idade Média, com a Rainha Santa Isabel.

Cortejo da Festa dos Tabuleiros (Foto: Carlos Piedade Silva)

Dada a sua complexidade, a festa realiza-se de quatro em quatro anos, tendo havido apenas uma edição em que o povo decidiu adiar a sua realização por um ano, por coincidir com a Expo 98, evento no qual participou com um cortejo a convite do então Presidente da República, Jorge Sampaio.

Neste domingo de Páscoa, dia 21 de abril, cumpriu-se a tradição com a primeira saída de coroas. O cortejo começou na igreja da Misericórdia de Tomar, seguiu pela Levada e dirigiu-se para a igreja de S. João Batista onde foi celebrada a missa. Percorreu depois algumas ruas da parte nova da cidade, cumprindo aquele que vai ser o percurso do cortejo dos tabuleiros de 7 de julho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here