Tomar | PSD apresenta proposta para atracção e fixação de investimento privado

O PSD de Tomar apresentou uma proposta de regulamento para a fixação e atracção de investimento privado e criação de emprego. Numa conferência de imprensa realizada segunda-feira, 4 de fevereiro, a presidente do PSD Tomar, Lurdes Ferromau Fernandes, juntamente com os vereadores do PSD na Câmara de Tomar, José Delgado, Célia Bonet e Luís Ramos, explicaram as premissas do documento que define um conjunto de estímulos ao investimento privado por parte da câmara e que foi aprovado, por unanimidade, na reunião de executivo municipal.

PUB

“É uma preocupação do PSD o desenvolvimento e a captação de empresas, bem como a fixação de população, que passa pelo apoio às empresas e entidades existentes no concelho. E porque devemos passar das intenções vertidas em documentos e discursos ocos e intervenções sem resultados práticos, o PSD trouxe para a agenda diária esta preocupação, tendo apresentado em reunião de câmara o Regulamento para atracção e fixação de investimento privado e criação de emprego”, referiu Lurdes Ferromau Fernandes, recordando que os vereadores do PSD têm vindo a apresentar propostas mas às quais não tem sido dado seguimento.

As sugestões apresentadas para captação de investimento privado vão desde a bonificação do preço de cedência de terrenos, ao apoio na execução das infraestruturas, no aconselhamento e apoio técnico, passando por isenção total ou parcial do valor dos impostos e das taxas municipais, entre outros.

O PSD acusou a maioria socialista que gere a autarquia de “passividade” e inércia”, dando como exemplo a Zona Industrial que apenas mudou o nome para Parque Empresarial. Lurdes Ferromau Fernandes disse que a inércia da câmara de Tomar só pode ser justificada por “falta de ambição, falta de visão estratégica, falta de competência ou falta de vontade política”, referindo que os concelhos vizinhos estão a apostar em Startup’s para o apoio ao empreendedorismo, mas o concelho de Tomar “está a ficar isolado”.

Nesta conferência de imprensa, o vereador Luís Ramos fez a apresentação do regulamento para a fixação e atracção de investimento privado e criação de emprego. “Assiste-se a uma crescente concorrência, entre territórios, pela captação de investimento, fixação de população e criação de emprego por isso é fundamental que Tomar adopte uma postura proativa, desenvolvendo um projecto de regulamento de apoio e incentivo à actividade empresarial e investimento”, disse, acrescentando que foi apresentada uma proposta de regulamento que define um conjunto de estímulos aos investidores em Tomar.

PUB

Luís Ramos refere que “esta dinamização económica é necessária ao concelho”, sendo que os apoios serão calculados com base em diversos factores como, por exemplo, o número de postos de trabalho gerados ou a idade do investidor.

Os social democratas consideram que existe ainda “falta de transparência na gestão da autarquia nabantina” em que os processos são aprovados sem apresentação pública com a “intenção de camuflar”. O vereador José Delgado abordou ainda o problema dos planos de pormenor e do PDM com sucessivos adiamentos que, a seu ver, “estão a trancar o desenvolvimento de Tomar”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here