Tomar | Patrícia Sampaio é Prémio Juventude na Celebração Olímpica de 2019

Foto: EJU

A Celebração Olímpica de 2019, promovida pelo Comité Olímpico de Portugal no SUD Lisboa Hall, consagrou na quinta-feira, dia 14 de novembro, a judoca tomarense Patrícia Sampaio como Prémio Juventude. Patrícia, de 20 anos, é bicampeã da Europa de juniores (2018 e 2019), tendo ainda sido 5ª classificada no Campeonato do Mundo de seniores e medalha de bronze no Campeonato do Mundo de juniores.

PUB

Na consagração deste ano foi ainda distinguido o treinador de Atletismo João Ganço, com a Ordem Olímpica Nacional, e os atletas Fu Yu (Ténis de Mesa) e Jorge Fonseca (Judo), aos quais foi atribuída a Medalha de Excelência Desportiva.

O Prémio Juventude atribuído a Patrícia Sampaio (Judo), foi atribuído no masculino a Ricardo Batista (Triatlo).

António Bessone Basto arrecadou a Medalha de Mérito e Armando Aldegalega (Atletismo) o Prémio Ética Desportiva. O Prémio Prestígio foi entregue à Repsol.

Os galardoados da Celebração Olímpica de 2019. Patrícia Sampaio (mais à direita) ganhou Prémio Juventude no feminino. Foto: COP

Segundo pode ler-se no portal do Comité Olímpico nacional, José Manuel Constantino, presidente do COP, disse que a “cerimónia celebra o Movimento Olímpico Nacional, distinguindo atletas, treinadores, dirigentes e organizações desportivas que encontram na Excelência um valor que os une e são dignos do orgulho de toda a nação. Na pessoa de cada um, prestamos homenagem e agradecemos o papel de todos os que contribuíram para edificar estes exemplos aos olhos dos portugueses.”

PUB

Também na edição deste ano da Celebração Olímpica esteve o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que a importância assumida pelos atletas no trabalho de “servir o país”, recordando uma conversa com o presidente do COP, quando faltavam 1000 dias para os Jogos Olímpicos, para reafirmar a necessidade de “preparar bem a participação portuguesa. Trabalhamos com o COP para criar as melhores condições.”

O governante lembrou ainda que “o desporto de hoje implica mais investigação, mais investimento. É necessário entender que a preparação dos atletas implica um trabalho diferenciado”, disse, aludindo à colaboração crescente das universidades no treino para o alto rendimento.

Fonte: Comité Olímpico de Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here