Tomar | João Coroado quer presidir IPT com apoio de “toda a Academia”

João Coroado com Anabela Freitas e Manuel Valamatos, presidentes dos municípios de Tomar e Abrantes.Foto: mediotejo.net

O Instituto Politécnico de Tomar passou a ter João Coroado como presidente oficial na tarde desta terça-feira, dia 16, durante a cerimónia que decorreu no Auditório Doutor José Bayolo Pacheco de Amorim. O novo responsável sublinhou perante a plateia que “ser presidente desta instituição é um desafio enorme, mas é simultaneamente uma honra” e, mais tarde, ao mediotejo.net confirmou que conta com o apoio de toda a Academia para atingir as metas delineadas por ele e a sua equipa.

PUB

A eleição de João Coroado para o mandato de quatro anos realizou-se no passado dia 20 de fevereiro durante a reunião do Conselho Geral. Foi o presidente deste órgão, Augusto Mateus, que empossou o novo responsável pela instituição de ensino que engloba as Escolas Superiores de Tecnologia e Gestão, ambas em Tomar, e a Escola Superior de Tecnologia de Abrantes.

João Coroado, Augusto Mateus e Eugénio Pina de Almeida. Foto: mediotejo.net

O cargo era ocupado até à data por Eugénio Pina de Almeida que, à semelhança, de Augusto Mateus, discursou perante a plateia cheia. A tribuna foi então ocupada por João Coroado que apresentou as linhas mestras do trabalho que espera desenvolver nos próximos tempos, envolvendo inovação pedagógica, internacionalização, investigação aplicada, organização interna e parcerias sociais e culturais. No caso das últimas, sublinhou os municícpios de Abrantes e Tomar como “parceiros umbilicais”.

Para atingir as metas destacou a “equipa competente de colegas que tiveram a amabilidade de aceitar o meu desafio” e nomeou os diversos elementos, começando por Nuno Madeira, que o sucede no lugar de vice-presidente. Como pró-presidentes terá a seu lado Natércia Santos na área da Sustentabilidade e Qualidade, Rita Anastácio na área de Divulgação e Relações Externas e José Farinha na área de Contabilidade e Gestão.

O novo presiddente do IPT e a sua equipa. Foto: mediotejo.net

O novo presidente também destacou na sua intervenção que “a reputação de uma instituição é fundamental para a captação de talentos” e afirmou estar “consciente das responsabilidades que sobre mim recaem, mas conto com toda a Academia, sem exceções, e com as nossas parcerias para construirmos um futuro mais ousado e sustentável”.

PUB

Os aplausos ao discurso deram lugar aos cumprimentos que muitos quiseram dar e foi entre sorrisos, abraços e beijos que falámos com João Coroado. Nas suas primeiras declarações a um meio de comunicação social enquanto presidente do IPT, respondeu que as expetativas para os próximos tempos estão “sustentadas em muito trabalho”.

João Coroado durante o discurso no no Auditório Doutor José Bayolo Pacheco de Amorim. Foto: mediotejo.net

O apoio que conta ter “de toda a Academia para levar avante todas as propostas que nós fizemos” voltou a ser destacado, assegurando que essas propostas “não são fáceis”. No entanto, acrescenta, que as metas serão atingidas “paulatinamente” com “empenho” e “sapiência” através de uma “ação conjunta” e igualitária dos diversos vetores de atuação delineados.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here