Tomar | IBM anuncia novas contratações

Nuno Dionísio, diretor dos Centros de Inovação Tecnológica da IBM/Softinsa anunciou a contratação de mais pessoas para o CENIT em Tomar, onde já trabalham 350 técnicos de várias áreas científicas.

PUB

A notícia foi dada durante a Conferência “A Economia Digital como eixo do Marketing Territorial” realizada na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes.

O responsável salientou ainda que “este centro está a superar as expectativas da IBM/Softinsa, devendo-se o seu sucesso também à qualidade dos recursos humanos formados pelo Instituto Politécnico de Tomar: cerca de 70% dos trabalhadores são formados pelo IPT”.

A presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, aproveitou a oportunidade para anunciar à comunidade académica da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes que a construção do novo edifício da ESTA vai mesmo arrancar em 2019.

Maria do Céu destacou ainda o trabalho desenvolvido pelo Município, desde 2009, na implementação de uma estratégia de Marketing Territorial assente na “preocupação de ter uma cidade feliz com cidadãos felizes, repercutindo-se na preocupação da gestão da eficiência nos serviços públicos”.

PUB

Paula Grijó, da CM de Abrantes, apresentou as diferentes vertentes do projeto de digitalização desenvolvido sob o lema “Abrantes Cidade Inteligente” sublinhando algumas aplicações desenvolvidas pela COMPTA e pela IBM e que levaram Abrantes a ser apresentada como “case study” no IBM Watson IoT Center de Munique.

Paulo Fernandes, presidente da CM do Fundão – município recentemente premiado pela Comissão Europeia com o prémio RegioStars 2018, distinguindo a política de coesão dos territórios na categoria da transição para uma indústria inteligente, apresentou o trabalho desenvolvido no âmbito do Plano de Inovação do Fundão.

Afirmando a história e o carácter agrícola do seu concelho, Paulo Fernandes demonstrou como uma estratégica focada em objetivos concretos conseguiu reverter a tendência de diminuição da população ativa, atraindo centenas de jovens técnicos para trabalhar e habitar no Fundão. Salientou ainda que a economia digital não pode negligenciar os valores fundamentais e assumir a sua responsabilidade social.

Luís Curvelo, diretor de inovação da COMPTA, salientou as excelentes condições existentes no Interior e as oportunidades que a economia digital tem para lançar novas “caravelas” pelo mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here