Tomar | Cidade acolhe Seminário Nacional sobre o «saber-fazer» tradicional

Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

A Biblioteca Municipal de Tomar vai receber, nos dias 24 e 25 de outubro, o Seminário Nacional Sobre o «Saber-Fazer» Tradicional, uma organização da Associação Portuguesa para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial e pelo município de Tomar, e que visa sensibilizar para a salvaguarda e promoção do património cultural imaterial português.

Este fórum pretende contribuir para a salvaguarda, promoção e uma mais ampla perceção da singularidade desta inestimável faceta do património cultural imaterial português, que integra representantes reconhecidos pela UNESCO como a arte chocalheira, a louça preta de Bisalhães e os bonecos de Estremoz, mas também a tradição tomarense: latoaria, cestaria, olaria, confeção de rodilhas e de flores de papel, enquanto “elementos insubstituíveis da Festa dos Tabuleiros”.

A sessão de abertura, dia 24, pelas 10h00, contará com as presenças de Anabela Freitas (presidente da Câmara de Tomar), Suzana Menezes (diretora regional de Cultura do Centro) e Luís Marques (presidente da Associação Portuguesa para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial).

Do vasto programa, que abarca comunicações sobre inúmeros casos do “saber-fazer” português, destaque para “Os “saber-fazer” tradicionais enquanto elementos insubstituíveis da Festa dos Tabuleiros”, cuja apresentação será feita na sexta-feira, dia 25, às 11h45, com alocução de André Camponês, antropólogo e coordenador da proposta de inscrição da Festa dos Tabuleiros no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

No local estarão mestres artesãos ou «Tesouros Humanos Vivos», a executar as suas artes e mostrando o «saber-fazer» de várias regiões do país, nomeadamente reconhecidos pela UNESCO, caso da rendilheira de Peniche, cujas rendas de bilros integram o processo de inscrição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (atualmente em vias de conclusão) e onde não faltarão representantes das várias artes tradicionais tomarenses.

PUB

Paralelamente, decorrerá uma exposição de livros e de materiais audiovisuais de cariz patrimonial imaterial para consulta ou aquisição com descontos especiais.

Os interessados devem inscrever-se obrigatoriamente até dia 22 através do e-mail secretariado.pci@gmail.com ou no próprio dia na Biblioteca Municipal de Tomar (grátis para sócios da Associação Portuguesa para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, 5 EUR para não sócios). A ficha de inscrição está disponível online .

O programa completo deste seminário pode ser consultado aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here