Tomar | Aprovada constituição de Comissão Municipal do Ambiente

Os eleitos da assembleia municipal de Tomar, reunidos em assembleia extraordinária na tarde de sexta-feira, 17 de fevereiro, aprovaram a constituição de uma Comissão Municipal do Ambiente sem que, no entanto, tenha sido decidido que nomes integram a mesma. A proposta aprovada, após algumas alterações, veio da bancada dos Independentes por Tomar. “A Comissão terá como tarefa prioritária definir a sua missão, o seu regimento, p seu funcionamento (…) podendo integrar, se relevante em permanência ou ocasionalmente, personalidades ou representantes com reconhecidas competências na área do ambiente”.

Luís Ferreira, eleito não inscrito, apresentou uma proposta no sentido desta comissão ser presidida por Manuel Mendes, ex-comandante dos Bombeiros Municipais, pelos sete deputados municipais (dois indicados pelo PSD, dois indicados pelo PS e um por cada dos demais grupos), três professores do Instituto Politécnico de Tomar, um elemento do agrupamento de Escuteiros e ainda pelo ativista ambiental Américo Costa. O documento acabou por ser chumbado.

Antes da proposta dos Independentes ser votada, João Henriques Simões, dos Independentes por Tomar, leu uma declaração onde dá conta daquilo que considera que são os desafios e oportunidades na área de ambiente. “O ambiente não pode ser dissociado dos habitantes do concelho de Tomar e da cultura tomarense.

PUB

Os principais desafios na área do ambiente em Tomar assentam em três eixos fundamentais: Tomar, cidade jardim e limpeza urbana; Eu compro “Made in Tomar” (revitalizar a economia e comércio locais, criando uma marca “made in Tomar” de produtos agrícolas e de artesanato) e adaptação às alterações climáticas, sendo que foi recentemente publicada a Estratégia de Adaptação às Alterações Climáticas do Município”, considerou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here