Solidariedade | O dia em que o sr. João ganhou um carro… e um pouco de esperança

Um mês depois de se iniciar uma campanha de crowdfunding para “devolver” o carro a um casal de Casas da Ribeira (que havia perdido o seu nos incêndios de julho passado, em Cardigos, no concelho de Mação), esta quinta-feira, 12, foi o dia em que se tornou possível levar um pouco de esperança à porta da sua casa – sob a forma de um Nissan Almera, comprado com as contribuições de mais de 70 pessoas.

PUB

Apesar de ser cinza claro, este é um carro especial, e reveste-se de tal importância que quase poderíamos jurar que é verde. Verde-esperança numa terra ainda cinza e negra, assolada pelo fogo que em julho reclamou os últimos hectares intocados que sobraram dos incêndios de 2017, em Mação. Verde-esperança porque hoje foi devolvida a João Carlos Dias algum ânimo para lutar por dias melhores e arrumar as memórias daquela noite em que o seu Opel Corsa ardeu na garagem.

A entrega de “um carro de esperança” realizou-se esta tarde, em Cardigos. Foto: Telmo Martins

Passava pouco das 18h30 quando em caravana se seguiu do centro da vila até à aldeia. Já haviam algumas pessoas na rua, nomeadamente familiares do casal. “Tiveram de contar à esposa, senão eles iam para a horta!” e não estariam em casa para receber o carro, revelou a cunhada de João, explicando que a “surpresa” já não seria totalmente inesperada.

E, na verdade, o trator estava parado no largo, à porta de casa. Foi Vera Dias António, promotora e porta-voz do grupo de jornalistas da região que lançou a campanha, que alcançou o casal. Chamou o sr. João e, perante alguns vizinhos, familiares, o presidente de Junta de Freguesia de Cardigos, Carlos Leitão, bem como o presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, deu conta, muito sucintamente, da história que trazia aquela gente ali.

O homem mostrava-se agitado, talvez em êxtase pela situação, e até desajeitado e sem saber muito mais o que dizer além da gratidão que foi sendo expressa pelos múltiplos “Obrigado!” e acenos de cabeça. Depois de saber que aquele carro era a partir daquele momento seu, mostrou serenidade, embora fosse notória a admiração que demonstrava observando-o a uns metros.

PUB

“Pode experimentá-lo”, desafiou Carlos Leitão, presidente da Junta, e ele de forma automática entrou no carro, pôs a chave na ignição e seguiu pelas ruas da aldeia. No largo a conversa prosseguiu, lembrava-se a aflição daquela noite, o que João vivera e sentira. A noite que lhe deixou um rasto de destruição na vida e na alma.

Foto: mediotejo.net

Num mês conseguiram-se reunir mais de 1700 euros através da campanha “Um Carro de Esperança”, promovida por um grupo de pessoas da área da comunicação na região, entre os quais jornalistas do jornal mediotejo.net e da rádio Antena Livre. Criou-se uma grande onda de solidariedade, e a união fez mesmo a força. Cada partilha nas redes sociais, cada atualização de contributo, significou estarmos cada vez mais perto daquele que tinha passado a ser um objetivo comum, pelo qual todos estavam dispostos a lutar. Chegado o dia de hoje, fica a gratidão a todos os que contribuíram para esta causa, e a sensação de dever cumprido.

Além do carro adquirido no stand Carpego, em Abrantes, foi possível tratar do seguro para o veículo e, com a participação de uma familiar, pagar-se a transferência de propriedade.

Foto: Telmo Martins

Na hora da despedida, ficaram os cumprimentos e expressões de gratidão, bem como o desejo de saúde e felicidades para o futuro. Hoje, na aldeia de Cardigos, semeou-se um bocadinho de esperança. E por isso, o futuro começa agora. É tempo de renascer.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here