Sertã | Tarifas reduzidas no Transporte a Pedido em 11 concelhos do Médio Tejo

O Transporte a Pedido também beneficia de reduções nos valores praticados no âmbito do PART. Foto: mediotejo.net

Desde o dia 1 de abril, as Tarifas do Transporte a Pedido no concelho da Sertã, e nos restantes municípios aderentes no Médio Tejo, estão mais acessíveis. A redução das tarifas surge no âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, e na sequência da aprovação, na reunião do Conselho Intermunicipal (de 21 de março), da medida de redução tarifária no serviço de Transporte a Pedido no Médio Tejo.

PUB

Assim, desde o passado dia 1 de abril, os escalões tarifários passaram a ter valores para o passageiro de 1€, 1,5€ e 2€ consoante a distância origem/destino da viagem.

O Concelho da Sertã aderiu a este projecto da CIMT (Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo) em 2017. Inicialmente arrancou no terreno em 2013, no concelho de Mação, tendo sido progressivamente alargado a outros concelhos da comunidade: Abrantes, Alcanena, Constância, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar e Vila Nova da Barquinha.

Este projeto pretende dar uma resposta eficiente aos problemas de mobilidade, proporcionando uma oferta de serviços de transporte coletivo em zonas de baixa densidade populacional, numa lógica de inclusão social.

Possui circuitos, paragens (devidamente identificadas com o símbolo do Transporte a Pedido) e horários definidos, em que a viagem é desencadeada pelo cliente através do pedido para a central de reservas (800 209 226 chamada grátis) gerida pela CIMT.

PUB

O serviço é assegurado por táxis locais que praticarão tarifas que variam em função da distância da viagem e equiparam-se às tarifas usadas nos serviços de transporte interurbano, oscilando ente 1€ e 2€. Para viagens frequentes, são disponibilizadas carteira de 10 bilhetes pré-comprados, com 30% de desconto.

No concelho da Sertã estão definidos nove circuitos: sete circuitos de ligação a sedes de freguesia e sede do concelho (Amioso, Castelo, Cabeçudo, Cumeada e Marmeleiro, Ermida e Figueiredo, Pedrógão Pequeno, Troviscal e Várzea dos Cavaleiros) e dois circuitos de ligação a Cernache do Bonjardim (Palhais e Quintã).

Os circuitos permitem o acesso ao Mercado Semanal da Sertã, realizado às sextas-feiras, e ao Mercado Semanal de Cernache do Bonjardim, realizado às segundas-feiras, e o acesso da população residente na freguesia do Troviscal à Praia Fluvial do Troviscal durante todo o ano, no horário definido.

A configuração dos serviços do Transporte a Pedido complementa a oferta de transportes públicos existente e assegura a mobilidade dentro do concelho, garantindo ligação dos lugares mais rurais às suas respetivas sedes de freguesia, no sentido de dar resposta às necessidades de deslocação para os serviços que aí se localizam e, a partir destas, para a sede de concelho.

Garantem os níveis mínimos de serviço, com oferta de circulações que permitam deslocações ao início de manhã para a sede de concelho (próximo do horário de abertura dos serviços) e o regresso por volta da hora de almoço e/ou final da tarde.

O valor global de dotação do PART prevista para a comunidade intermunicipal do Médio Tejo em 2019 é de cerca de 892 mil euros. Do total, 870 mil euros são provenientes do Fundo Ambiental e o restante comparticipado pelos municípios, tendo a CIM do Médio Tejo optado por aplicar cerca de 90% na redução tarifária e o remanescente no aumento da oferta de serviço e extensão da rede.

No último caso, o financiamento incide no projeto Transporte a Pedido que, atualmente, assegura mais de 700 viagens mensais em 11 concelhos da região através de 60 circuitos e cerca de 1100 paragens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here