Projeto ‘Sartagografia’ quer preservar e divulgar cultura da Sertã

Sartagografia é o nome de um projeto que pretende preservar e divulgar a cultura do concelho da Sertã, uma iniciativa dinamizada por um grupo de interessados pela história do concelho e que conta com um site na Internet.

PUB

O objetivo é recolher, tratar, preservar e divulgar tudo o que diga respeito à cultura do concelho da Sertã, designadamente histórias e lendas antigas, receitas gastronómicas, tradições ancestrais, usos e costumes, canções e músicas, factos alusivos às festas e ao culto religioso, expressões típicas, fotografias e vídeos antigos.

Sartagografia - cartazAndré Lopes Marçal, um dos representantes do projeto, disse que o objetivo é “construir a maior base de dados digital sobre o concelho da Sertã”, estando as plataformas digitais agregadas ao projeto Sartagografia a funcionar desde meados de outubro, sendo já possível consultar o resultado das investigações efetuadas no site www.sartagografia.pt e nas páginas de Youtube correlacionadas.

O projeto, observou, nasceu há cerca de seis meses, e “resulta da vontade de um grupo de cerca de dez pessoas em levar por diante a tarefa de preservar e divulgar a cultura do concelho da Sertã”. Os envolvidos são naturais ou têm raízes no concelho da Sertã, trabalhando nas mais diversas áreas de atividade.

Outro dos propósitos da iniciativa, que já conta com cerca de 600 imagens antigas e 50 entrevistas, passa pela organização de uma memória coletiva constituída por depoimentos (em formato áudio e vídeo) de homens e mulheres, centrados nos seus percursos de vida e nas suas histórias dentro da comunidade.

PUB

“Na primeira fase do projeto pretende-se efetuar a recolha e tratamento de todos estes materiais (fotos, vídeos, escritos, utensílios) para posterior catalogação e inserção nas plataformas digitais, sendo que, numa segunda e terceira fase, estamos apostados na publicação de livros e na produção de documentários alusivos a temas específicos, como a exploração da resina, o cultivo do azeite, os saberes artesanais ou as tradições do passado”, destacou Marçal.

“O projeto Sartagografia não tem fins lucrativos e está aberto à participação de toda a população, que é convidada a associar-se nas tarefas de recolha e identificação de materiais relevantes. Cada um pode contribuir de diversas formas, seja enviando fotos antigas, recolhendo poemas, receitas, tradições, usos, costumes e histórias curiosas, ou até mesmo entrevistando familiares e fazendo chegar ao projeto os registos em vídeo e áudio para posterior publicação na Internet”, apelou.

A palavra Sartagografia é um neologismo (expressão nova), inspirada na palavra Olisipografia e “significa qualquer coisa como estudo ou conjunto dos estudos relacionados com a Sertã”.

Trata-se de “um projeto da comunidade para a comunidade, cujo sucesso está muito dependente da adesão das pessoas”, reiterou.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here