Sertã | Alargamento do cemitério de Cernache de Bonjardim contestado pela oposição

O alargamento do cemitério de Cernache do Bonjardim, que está a ser feito para uma zona habitacional e onde existe um parque infantil, não está a agradar aos vereadores do Partido Socialista.  Vítor Cavalheiro e Ramos Moreira fizeram questão de o dizer na reunião de câmara desta quarta-feira, 15 de março. Uma discussão que ocupou grande parte do período antes da ordem do dia.

PUB

“O alargamento só devia ocorrer em última instância e depois de esgotadas todas as hipóteses. Há sepulturas que não são revolvidas há 24 anos”, referiu Vítor Cavalheiro, questionando se esta será a melhor solução em termos de impacto e de custos. “Alargar para uma zona residencial, para junto de um parque infantil não é a melhor solução”, atestou. Para o vereador do PS, o atual executivo implementou uma “má política” no que concerne ao setor cemitérios sendo este alargamento uma solução “populista”.

O presidente da autarquia, Farinha Nunes (PSD) referiu que “se as pessoas precisam de uma sepultura deve existir resposta para isso”, sendo este processo feito por fases. Referiu ainda que o preço das sepulturas foi determinado por uma empresa que fez este trabalho para outros concelhos, sendo o mais indicado. Anteriormente, o preço de cada campa era de 500 euros e atualmente era de 1000 euros, tendo optado o atual executivo por fazer campas empedradas.

Também um munícipe de Cernarche do Bonjardim que interveio nesta reunião considerou que o que está ali a ser feito no cemitério é um “atentado” e que se deveria ter optado por outras soluções, existindo capacidade dentro do cemitério para muitas mais campas.

 

 

 

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here