Sardoal | Viagem de estudo leva 40 alunos a Paris

Reunião de Câmara Municipal de Sardoal. Créditos: mediotejo.net

França, especificamente Paris, é o destino da viagem de estudo dos alunos do 9.º ao 12º ano de escolaridade e do ensino secundário do concelho de Sardoal, que decorre este ano entre 24 de julho a 2 de agosto. Os alunos sardoalenses visitarão, entre outros, o Museu do Louvre, o Museu de Orsay, Notre Dame, passeio pelo Sena num Bateaux-Mouche e a Eurodisney. A proposta foi aprovada por maioria em reunião de Câmara Municipal, com duas abstenções dos vereadores do Partido Socialista.

PUB

“O Município de Sardoal tem alguma tradição nestas viagens”, explica ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal, Miguel Borges. “O histórico desta viagem está ligado à assinatura do Tratado de Tordesilhas, a câmara promoveu uma viagem precisamente a Tordesilhas e a partir daí a câmara fez sempre estas viagens de estudo com os alunos” há 25 anos acrescenta.

A viagem é organizada pela Câmara Municipal e tem como objetivo central proporcionar aos jovens estudantes o contacto com outras comunidades, com outras culturas e realidades, como complemento e enriquecimento da sua formação pedagógica e pessoal.

Miguel Borges enquanto professor diz já ter acompanhado os alunos nestas viagens e testemunha “a importância que têm para os jovens, para o crescimento, para o desenvolvimento social, cultural, para a socialização. Um convívio de jovens que muitos deles vão estar pela primeira vez durante 10 dias fora dos seus familiares diretos. Uma experiência diferente e enriquecedora para jovens dos 15 aos 17 anos”.

Estas viagens de estudo são, então, realizadas há 25 anos consecutivos e ao longo deste tempo foram muitos os jovens alunos de Sardoal que tiveram oportunidade de conhecer a Europa (Espanha, França, Itália ou Bélgica) deslocando-se a locais de interesse histórico, cultural ou ambiental (Tordesilhas, Salamanca, Astúrias, Monteplier, Monte Saint Michel, Vale d’Aosta, Paris, etc.), a parques temáticos de interesse lúdico e científico, como a Eurodisney e o Futuroscópio, bem como ao Parlamento Europeu (Bruxelas e Estrasburgo).

PUB

Os critérios de seleção para estas viagens “são vários, um deles é ser sardoalense. Um critério de desempate passa pelo número de viagens já efetuadas; quem mais viagens fez tem menos pontuação. Não excluímos alunos que frequentem o nosso agrupamento de escolas não sendo de Sardoal no caso de haver vaga”.

A viagem é preparada para envolver 40 alunos, num investimento que ronda os 10 mil euros, sendo que os alunos são responsáveis pelo pagamento das suas refeições, exceto uma última antes do regresso a Portugal, “partilhada por todos e assumida pelos três municípios” que participam: Sardoal, Mação e Constância.

Reunião de Câmara Municipal de Sardoal. Créditos: mediotejo.net

A proposta votada em reunião de Executivo contou com os votos favoráveis do PSD. Os dois vereadores do PS optaram pela abstenção.

Pedro Duque considerou “estar na altura de diversificar”, sugerindo viagens, por exemplo, pelos Balcãs, “para experiências completamente diferentes”, dizendo que no fim do percurso escolar “haverá alunos que irão duas vezes ao mesmo sítio” o que Miguel Borges negou de imediato dizendo que são vários os percursos e que os alunos não repetem a viagem durante os três anos de secundário. Pedro Duque esclarece que o modelo por si proposto deveria ser realizado de forma intercalada.

Por seu lado, Carlos Duarte defende que “as visitas de estudo devem ser no âmbito da atividade curricular e esta viagem não é”. Diz ainda que a viagem de estudo deveria ser iniciativa da escola, embora com o apoio da Câmara.

Em resposta, o vereador social democrata Pedro Rosa explicou não poder tratar-se de uma viagem “curricular” para não “fechar portas” a alunos sardoalenses mas que por motivos de oferta formativa frequentem um estabelecimento de ensino fora do concelho.

A acompanhar os jovens na viagem irão funcionários do Município e professores da Escola EB 2,3/S Dra. Maria Judite Serrão Andrade cuja função é enquadrar, pedagogicamente, as diversas vertentes desta viagem.

O interesse destas viagens levou os municípios de Constância e Mação a aderirem a este projeto e, nos últimos anos, têm participado nestas viagens em conjunto com o município sardoalense.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here