Sardoal | Rede Eunice, conheça os espetáculos da nova temporada

Espetáculo "À espera de Godot". Foto: Filipe Ferreira / TNDM II

O Sardoal foi um dos três concelhos selecionados pelo Teatro Nacional D. Maria II para integrar a Rede Eunice em 2016. Desde então, o projeto de descentralização cultural levou ao palco do Centro Cultural Gil Vicente seis espetáculos nas duas primeiras temporadas. A terceira arranca este sábado, dia 26, e termina a 18 de maio com as novas produções teatrais que damos a conhecer.

PUB

A Rede Eunice inspira-se no talento espalhado pela atriz Eunice Muñoz no teatro, cinema e televisão ao longo de uma vida que já conta com nove décadas. Criado em 2016 pelo Teatro Nacional D. Maria II (TNDM II), o projeto arrancou nesse ano no Sardoal, Vila Real e Funchal para três temporadas. A rede viria a ser reforçada, mais tarde, com o concelho de Portimão.

O Centro Cultural Gil Vicente recebeu os espetáculos “Ifigénia”, “A Origem das Espécies” e “As Criadas” na primeira temporada e, na de 2017/18, foi a vez dos atores de “Lear”, “Sweet Home Europa” e “Montanha-Russa” entrarem em cena. O mesmo palco prepara-se agora para o arranque da última temporada anunciada (até à data) com a apresentação de três espetáculos produzidos ou coproduzidos pelo TNDM II.

Sardoal | Rede Eunice, conheça os espetáculos da nova temporada
A terceira temporada arranca com o espetáculo “Quarto Minguante”. Foto: Filipe Ferreira / TNDM II

O primeiro é “Quarto Minguante”, com texto de Joana Bértholo e encenação de Álvaro Correia, apresentado às 21h30 do próximo sábado. Uma peça em que cada ato corresponde a um ciclo lunar dá a conhecer as personagens interpretadas por Cristina Carvalhal, Gustavo Salvador Rebelo, José Neves, Manuel Coelho, Paula Mora, Rita Rocha, Sílvio Vieira. Sete vidas diferentes unidas pelo impasse de não mudar o que está mal no presente por temer que o desconhecido do futuro seja pior.

No dia 23 de março, a Rede Eunice mete o público “À espera de Godot”, através do texto de Samuel Beckett (a partir da tradução de José Maria Vieira Mendes) e a encenação de David Pereira Bastos. Na descrição da peça fala-se em “Encontrar a melhor maneira, a mais livre, curiosa e perplexa de passar o tempo”, mas também em “Estar vivo. Estar no palco”.

PUB

As questões “Como manter o texto vivo para atores e público? Como ser-se livre enquanto criadores e artistas com um texto com tantas restrições impostas pelo autor?” vão ser respondidas pelos atores Bruno Simão, David Pereira Bastos, Miguel Moreira e Rui M. Silva neste espetáculo da Estado Zero – Associação Cultural, em coprodução com o TNDM II.

Sardoal | Rede Eunice, conheça os espetáculos da nova temporada
Almeida Garrett e “Frei Luís de Sousa” fazem as despedidas a 18 de maio. Foto: TNDM II

As honras de encerrar a terceira temporada, a 18 de maio, foram entregues a “Frei Luís de Sousa”, o espetáculo produzido pela empresa Antunes Fidalgo Unipessoal, em coprodução com o TNDM II. A obra de Almeida Garrett é encenada por Miguel Loureiro e interpretada por Álvaro Correia, Ângelo Torres, Carolina Amaral, Gustavo Salvador Rebelo, João Grosso, Maria Duarte, Rita Rocha, Sílvio Vieira e Tónan Quito.

Na caraterização da peça, o encenador partilha a sua intenção de “darmo-nos a ler através deste legado”, sublinhando que “Relido como drama, ou encenado como tragédia, o Frei Luís de Sousa continua a exercitar uma medida para teatro que sempre foi nossa, que sempre nos serviu, não só na correspondência literária, mas sobretudo no imaginário”.

Os espetáculos da Rede Eunice partilham o Centro Cultural Gil Vicente com outras propostas durante o primeiro semestre de 2019. O Coimbra World Piano Meeting está marcado para 8 de fevereiro, a Semana da Leitura realiza-se entre 1 e 5 de abril, o Sardoal Jazz regressa entre 3 e 5 de maio e o IV Encontro Internacional de Piano do Sardoal tem início em junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here