Sardoal | Paulo Jorge de Sousa premiado no Concurso Nacional de Fotografia da Anacom

Trabalhador repara a rede de telecomunicações destruída pelos incêndios, em S. Simão, Sardoal. Foto: Paulo Jorge de Sousa

O fotógrafo Paulo Jorge de Sousa foi hoje distinguido com uma Menção Honrosa no Concurso Nacional de Fotografia promovido pela ANACOM em parceria com a revista Visão, como forma de celebrar os 30 anos da Autoridade Nacional de Comunicações.

PUB

A fotografia premiada foi realizada em S. Simão, Sardoal, em 2016, no rescaldo dos violentos incêndios que castigaram a região e que o fotógrafo tão bem revelou aos leitores do mediotejo.net, em reportagens como esta.

O júri distinguiu 24 fotografias entre as 680 admitidas neste concurso, que, sob a temática “Comunicar, ligar, unir”, procura sublinhar o papel das comunicações (eletrónicas ou postais) no estreitamento das relações interpessoais, com a natureza e o meio ambiente.

O Grande Prémio, no valor de 2.500 euros, foi atribuído a Hugo Ferreira, e o 1º Prémio na Categoria Geral coube a Mário Ferreira. Em breve será realizada uma exposição com todos os trabalhos premiados mas, para já, podem ser vistos aqui.

Paulo Jorge de Sousa nasceu no Sardoal em 1964 e é licenciado em Fotografia. Trabalha na Câmara Municipal de Sardoal desde 1986, onde é técnico superior, editor fotográfico e fotógrafo do boletim de informação e cultura da autarquia “O Sardoal”. É também o fotógrafo oficial do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal. Conta com mais de meia centena de distinções nacionais e internacionais e já participou em dezenas de exposições individuais e coletivas. Venceu o Prémio Literário do Médio Tejo 2017, na categoria de Não-Ficção, com o ensaio fotográfico “O Arneiro – 100 anos depois da I Guerra”, publicado pela Médio Tejo Edições em 2018, por ocasião do centenário do final da I Guerra Mundial, numa edição especial limitada a 100 exemplares, numerados e assinados pelo autor.

PUB
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here