Sardoal | Mulheres de Massimo Esposito regressam a casa no Centro Cultural Gil Vicente (c/ fotogaleria)

Uma das obras da exposição "Regressando a Casa". Foto: mediotejo.net

A exposição “Regressando a Casa” do pintor Massimo Esposito passou a estar patente ao público desde sexta-feira, dia 16, no foyer do Centro Cultural Gil Vicente. A mostra reúne um conjunto de pinturas que abordam a intimidade da mulher moderna que optou (ou não) por viver sozinha.

PUB

O tema da exposição é novo no percurso artístico do pintor italiano, aliando a pintura à reflexão sobre estilos de vida e a posição da mulher na sociedade. As obras expostas até 26 de agosto têm como denominadores comuns a técnica de óleo sobre tela e o(s) mundo(s) que cada mulher encontra quando regressa a casa depois do trabalho.

Sardoal | Mulheres de Massimo Esposito regressam a casa no Centro Cultural Gil Vicente (c/ fotogaleria)
Miguel Borges e Massimo Esposito durante a inauguração. Foto: mediotejo.net

Segundo Massimo Esposito, a exposição partiu dos testemunhos de pessoas amigas e conhecidas integradas numa “sociedade que mudou muito porque a mulher era muito dependente, era homem-dependente” e hoje se deparam com um contexto “completamente diferente” ao final do dia. As histórias variam, como a da empregada de mesa ou a operária fabril, e rotinas vão do desapertar o cinto e tomar um chá ao mimar-se com um banho.

Vidas partilhadas em telas de 100x100cm que podem ajudar outras vidas uma vez que 25% das receitas obtidas revertem a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro, que esteve representada por Matilde Sacavém e Paula Vilaverde. A primeira referiu que esta iniciativa sensibiliza e agrada o núcleo de apoio localizado em Abrantes pois prova que “as pessoas acreditam” na causa e no contributo deste “para o bem estar da nossa comunidade”.

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here