Rossio ao Sul do Tejo | Incêndio provoca quatro feridos graves em lar de idosos (ATUALIZADA)

O alerta para o incêndio foi dado pelas 10:27. O fogo provocou ferimentos graves em sete idosos. Os três feridos graves foram transportados para dois hospitais de Lisboa e um do Porto, dois deles por helicóptero. Foto: DR

16:00 – Três dos sete idosos que ficaram hoje feridos com gravidade num incêndio num lar em Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, foram transferidos para unidades hospitalares em Lisboa e Porto, disse fonte do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT). “Dos sete feridos que deram entrada no hospital de Abrantes, seis são considerados graves, sendo três deles por queimaduras e outros três por inalação de monóxido de carbono”, disse aos jornalistas a diretora do serviço de urgência do hospital de Abrantes.

Segundo Ana Rita Cardoso, três feridos graves tiveram de ser transferidos para os hospitais de São Francisco Xavier (Lisboa), São José (Lisboa) e São João (Porto), sendo estas as “situações que inspiram mais cuidados”.

Os restantes quatro idosos, todos com idades entre os 75 e os 89 anos, “estão estabilizados e em observação e vigilância” no serviço de urgência da unidade hospitalar de Abrantes.

PUB

Esta manhã, fonte dos bombeiros de Abrantes disse ao mediotejo.net, numa análise preliminar, que quatro dos feridos estavam em estado considerado grave e que haviam sido levados para o hospital de Abrantes, alguns dos quais por queimaduras de 2.º e 3.º grau em 80% do corpo e devido à inalação de fumos”.

O registo aumentou, entretanto, para sete feridos transportados do local do sinistro para o hospital de Abrantes, com a idosa de 79 anos a registar entre 65% a 70% do corpo com queimaduras de 2º e 3º grau.

PUB

Um incêndio num lar de idosos em Rossio ao Sul do Tejo, em Abrantes, provocou hoje de manhã ferimentos em 18 utentes daquela instituição privada.

O alerta para o incêndio, de causas ainda em investigação, foi dado às 10:27.

Na ocasião, o edifício de piso térreo albergava 18 idosos e três funcionários.

Sete idosos foram transportados ao hospital e 11 utentes foram assistidos no local, devido à inalação de fumos.

12:00 – Um incêndio numa residência para idosos, em Rossio ao Sul do Tejo (Abrantes) junto ao kartódromo, obrigou esta segunda-feira de manhã à retirada dos utentes e provocou quatro feridos graves estando outros 14 em avaliação. Um dos feridos graves têm queimaduras de 2º e 3º grau em 70% do corpo.

“Seis utentes foram encaminhados para o Hospital de Abrantes, quatro deles em estado grave, e 12, com ferimentos mais ligeiros, estão a ser assistidos e avaliados em instalações perto do local do incêndio”, disse inicialmente ao mediotejo.net o comandante dos Bombeiros de Abrantes, António Manuel Jesus.

O comandante deu conta, posteriormente, que, além dos seis utentes iniciais, mais um idoso foi transportado ao hospital de Abrantes. Onze não tiveram necessidade de observação hospitalar. Os três funcionários do lar privado estão bem.

Um incêndio num lar de idosos em Rossio ao Sul do Tejo causou hoje 18 feridos, quatro deles estado grave. Foto: mediotejo.net

Um helicóptero foi acionado para o hospital, onde “aguarda para transportar para Lisboa algum dos feridos mais graves” que venha a requerer essa transferência.

Abrantes/ Incêndio em residência de idosos em Rossio ao Sul do Tejo. O comandante dos Bombeiros de e Abrantes António Jesus fala ao mediotejo.net..

Publicado por mediotejo.net em Segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

O alerta para o incêndio, de causas ainda em investigação, foi dado às 10:27, e foi fogo extinto em cerca de 40 minutos.

Na ocasião, o edifício de piso térreo situado em Rossio ao Sul do Tejo, no distrito de Santarém, albergava 18 idosos e três funcionários.

Decorreram então desse incêndio três feridos mais graves, dois deles helitransportados, um para o Hospital de São José em Lisboa, com queimadura corporal entre 65% a 70%, e dois com queimadura de via área, um helitransportada para o Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa e outo transportado por via terrestre para o Hospital de São João, no Porto, explicou a diretora do Serviço de Urgência do Hospital de Abrantes, Ana Rita Cardoso.

No Hospital de Abrantes mantém-se estáveis quatro feridos graves por intoxicação por monóxido de carbono, no Serviço de Urgência e Vigilância.

Os sete feridos que chegaram ao Hospital de Abrantes são pessoas entre os 75 e os 89 anos “na generalidade pessoas debilitadas, algumas com quadros demenciais” indicou ainda a médica responsável.

Balanço preliminares apontam para quatro feridos graves em incêndio em lar de idosos de Rossio ao Sul do Tejo Abrantes. Foto: mediotejo.net

Nas operações de socorro estiveram 33 operacionais e 13 viaturas dos bombeiros, uma ambulância de suporte imediato de vida (SIV) de Torres Novas, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Abrantes, um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e autoridades policiais.

O incêndio foi combatido pelos bombeiros de Abrantes, Vila Nova da Barquinha, Constância, Entroncamento e Sardoal. (C/LUSA)

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here