PSD acusa OE2020 de ter investimento “zero” no distrito de Santarém em infraestruturas

PSD acusa OE2020 de ter investimento “zero” no distrito de Santarém em infraestruturas

No debate na especialidade do Orçamento de Estado para 2020 com o Ministro das Infraestruturas, os Deputados do PSD eleitos por Santarém acusaram o Governo de ignorar todas as prioridades do distrito em matéria de infraestruturas, incluindo as promessas eleitorais do Partido Socialista.

Em nota de imprensa, João Moura, Deputado e líder da distrital do PSD, considera este orçamento “uma deceção e uma traição aos cidadãos do distrito de Santarém. É o Orçamento de Estado deste Governo que pior trata a nossa região. Foi penoso assistir a este debate e verificar a forma como o Governo socialista parece ignorar os problemas do distrito.”

Isaura Morais, por sua vez, questionou o Ministro sobre a situação do IC2 que tantas mortes e acidentes tem provocado na região, lembrando que atravessa dois distritos (Santarém e Leiria) e que é considerado pela Infraestruturas de Portugal como um dos “principais corredores nacionais”. Na resposta, segundo o PSD, “o Governo reconheceu desconhecer qualquer intervenção no troço entre Benedita (distrito de Leiria) e Rio Maior do IC2”.

A cabeça de lista do PSD questionou ainda o Ministro sobre a concretização do Programa de Valorização das Áreas Empresariais que “foi apresentado, com pompa e circunstância, em fevereiro de 2017 no concelho do Entroncamento e que previa a criação de 12 ligações rodoviárias destinadas a melhorar as ligações entre áreas empresarias já consolidadas e a rede viária existente.” Na resposta, refere o PSD em nota de imprensa, “o Governo reconheceu que a realização das duas ligações previstas entre as áreas industriais (Rio Maior e Torres Novas/Entroncamento) no distrito está por fazer apesar de anunciados em 2017 pelo Primeiro-Ministro”.

Por seu lado, o deputado Duarte Marques, também eleito por Santarém, criticou a proposta de OE2020 por “esquecer completamente todas as intervenções que de forma quase unânime são consideradas como prioritárias” na região.

PUB

“A conclusão do IC3 não está neste orçamento, nem a nova ponte sobre o rio Tejo e localizar algures entre Abrantes e a Chamusca, nem o nó da A1 com o IC9 em Fátima, nem a construção de uma alternativa de acesso ao EcoParque do Relvão, nem sequer a anunciada resolução do problema das barreiras de Santarém”. Na resposta, segundo dá conta o PSD, “o Governo apenas confirmou ignorar por completo estas necessidades anunciando apenas que está para breve a resolução do problema de uma das barreiras de Santarém que ameaçam a linha ferroviária”.

Segundo Duarte Marques, o Governo “fez tábua rasa de todas as preocupações do distrito de Santarém em matéria de infraestruturas. Este OE2020 é uma desgraça para o distrito”, afirmou. O Deputado do PSD alertou ainda o Governo para “enorme fragilidade e degradação da linha ferroviária do Norte, uma estrutura vital para o país, e cuja situação atual representa um perigo eminente”.

O Deputado do PSD quis ainda saber se o Governo tem algum Plano de Transporte Ferroviário de Mercadorias que no futuro possa reduzir a nossa dependência do transporte por parte de camiões.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here