Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas com 2,5 milhões para 2020

O campo de jogos do Pego tem um relvado sintético desde dezembro de 2017, graças a um apoio do PRID e da CM Abrantes. Foto: mediotejo.net

O Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas (PRID), criado em 2017 pela Secretaria de Estado e pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), passa em 2020 a ter uma dotação de 2,5 milhões de euros. A 4.ª edição do Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas (PRID), decorre entre 20 de janeiro e 20 de fevereiro.

No âmbito do programa do Governo, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, através do Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. (IPDJ), estabeleceu como uma das suas prioridades a continuidade do Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas (PRID) que visa promover a modernização e a reabilitação do parque desportivo dos clubes e das associações de base local.

O PRID é direcionado a clubes e associações desportivas de Portugal continental e destina-se a promover a requalificação das instalações desportivas ao serviço das comunidades, com o principal objetivo de melhorar as condições de prática desportiva.

PUB

Desde 2017, através do PRID, o governo já apoiou cerca de 300 clubes e associações, num investimento de 4.5 milhões de euros na reabilitação de infraestruturas desportivas, financiados pelo IPDJ, os quais correspondem a um investimento global de cerca de 14 milhões de euros.

Considerando a importância das organizações associativas locais, especialmente os clubes desportivos, enquanto estruturas que se relacionam com as comunidades da sua área de influência e que disponibilizam atividades e serviços que satisfazem as suas necessidades de natureza desportiva e cultural, está previsto nesta 4.ª edição um investimento de 2.5 milhões de euros.

PUB

Relembramos que as despesas elegíveis abrangem intervenções diversificadas, relacionadas com a renovação, reabilitação e conservação de instalações dos clubes, designadamente:

Pavimentos desportivos;
Coberturas e paredes;
Vestiários – balneários e valências neles existentes;
Instalações sanitárias;
Construção ou reparação de redes e equipamentos de gás, água e eletricidade;
Reparação de sistemas de tratamento de água de piscinas;
Construção ou reparação de vedações;
Adaptação da instalação existente, assegurando a acessibilidade de indivíduos com mobilidade condicionada;
Melhorias que tenham como fim a eficiência energética das instalações existentes;
Obras de ampliação das valências existentes;
Substituição de elementos construtivos que contenham poeiras/ fibras de amianto;
Outras obras que venham a ser consideradas pertinentes ao desenvolvimento das atividades desportivas da entidade candidata.
As candidaturas podem ser efetuadas no Portal do IPDJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here