Passe pela Biblioteca | “Sputnik, Meu Amor”, de Haruki Murakami

Os responsáveis das bibliotecas municipais do Médio Tejo fazem recomendações de leitura no nosso jornal todas as semanas. “Sputnik, Meu Amor”, de Haruki Murakami, é a sugestão hoje apresentada por Nuno Ferreira, da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill, em Constância. Passe pela Biblioteca… e boas leituras!

A minha sugestão de leitura para a comunidade do Médio Tejo é o livro do escritor japonês Haruki Murakami, Sputnik, Meu Amor, um livro de fácil leitura como é apanágio deste grande autor, ensaísta, contista e tradutor nascido em Quioto a 12 de janeiro de 1949.
A história tem o seguinte enredo: O jovem professor primário K, apaixona-se perdidamente pela jovem Sumire, colega que conheceu nos tempos da universidade, que a pretensão de se tornar uma escritora, mas ao mesmo tempo se apaixona perdidamente por uma mulher de meia-idade, Miu, que simultaneamente é sua patroa.

K passa ao estatuto de confidente absoluto de Sumire e seu melhor e único amigo. Entretanto Sumire segue para a Europa em trabalho com a patroa, que decide oferecer à sua dedicada assistente, umas férias em conjunto numa ilha grega perdida no mar Egeu junto à costa turca. Sumire desaparece misteriosamente e Miu chama K para ajudar nas buscas, após 4 dias de desaparecimento.

Murakami consegue neste seu livro, usando estes três personagens, transportar-nos para uma atmosfera inesperada, misteriosa e mesmo mágica, em que os cenários orientais se cruzam com os europeus, introduzindo uma reflexão sobre temas tão importantes como a amizade, o amor, a solidão, o sofrimento e a necessidade de sonhar, mas sempre de uma forma divertida e realista, construindo uma narrativa com um estilo muito marcado pela cultura japonesa e com a sua visão muito própria da vida e da realidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here