Passe pela Biblioteca | “O Deus das Pequenas Coisas”, de Arundhati Roy

Convidámos os responsáveis das bibliotecas municipais do Médio Tejo a fazerem as suas recomendações neste espaço de forma alternada, às segundas-feiras. “O Deus das Pequenas Coisas”, de Arundhati Roy, é a sugestão apresentada esta semana por Maria José Pereira, da Biblioteca Municipal Dr. António Cartaxo da Fonseca, em Tomar.

PUB

Passe pela biblioteca… e boas leituras!

Passe pela Biblioteca | “O Deus das Pequenas Coisas”, de Arundhati Roy  O Deus das Pequenas Coisas da autoria de Arundhati Roy é um romance passado na Índia, estado de Kerala, e aborda a universalidade e complexidade humana em 3 gerações da mesma família que se voltam a encontrar 23 anos mais tarde. O enredo gira em volta de Estha e Rahel, dois irmãos gémeos que aos sete anos são separados. Esta separação foi decisiva para o desenrolar das suas vidas e marcou-os profundamente.

Não existe civilização do mundo com mais tradições do que a Indiana e cada personagem do livro parece representar um aspecto da sua cultura: Ammu ao fardo de nascer mulher na Índia, Mammachi à lembrança de maus tratos do seu marido, Baby Kochamma à lembrança de um amor platónico, Estha à lembrança do abuso sexual sofrido e Rahel ao medo de perder o amor de sua mãe.

Ammu, a mãe de Rahel e Estha, tem uma história particularmente triste. Por ser pobre, o seu pai não conseguiu juntar um dote significativo e ela chegou aos 18 anos sem nenhuma oferta de casamento. Com a consciência pesada por ter se tornado um estorvo para a família, casa-se com o primeiro pretendente que aparece e a sua vida toma um rumo ainda mais caótico e sofrido.

PUB

Na Índia, as mulheres casam-se o mais cedo possível já que depois do casamento, a esposa é da responsabilidade da família do marido e, desta forma, os pais não as têm que sustentar. Não é preciso que uma mulher alcance a idade adulta (18 anos) para se casar. Embora o casamento infantil tenha sido proibido há muitos anos atrás, ainda existem muitos protestos contra, e alguns casamento continuam a ser realizados com crianças.

O Deus das Pequenas Coisas é um livro simples, mas simultaneamente profundo e extremamente delicado. A vida exposta como ela é, pura e dura e onde os contos de fadas não podem ser vividos, nem mesmo na imaginação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here