Ourém termina ano a liderar criação de empresas no distrito de Santarém

Jardim de Les Plessis Trévise Foto: CM Ourém

Segundo dados da NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, o concelho de Ourém liderou pela primeira vez no último ano a criação de empresas no distrito de Santarém no mês de dezembro. No final de 2018 foram criadas 112 empresas na região.

PUB

“Os concelhos de Santarém e Ourém têm sido, ao logo do ano de 2018, os que mais empresas têm criado. Santarém liderou sempre a tabela, à exceção do mês de março, com Benavente a assumir este lugar, e dos meses de junho e julho, onde este concelho surge empatado com o de Ourém, que em todos os meses do ano assume o segundo lugar de classificação”, refere nota de imprensa da NERSANT.

“Em dezembro, e apesar da sua grande importância ao longo do ano na criação de empresas, o concelho de Ourém assume pela primeira vez, isolado, o primeiro lugar da tabela no âmbito do nascimento de empresas”, afirma, ao registar a criação de 24 sociedades. Em segundo lugar ficou Santarém, com 17 sociedades, e em terceiro Rio Maior, com 11, seguindo-se Torres Novas e Tomar com nove cada.

No Médio Tejo figuram ainda os concelhos do Entroncamento e Alcanena com três empresas cada. Abrantes e Ferreira do Zêzere viram nascer duas empresas e o Sardoal apenas uma.

“Relativamente aos setores de atividade, destaque para a criação de empresas relacionadas com compra e venda de bens imobiliários (8), o comércio a retalho em outros estabelecimentos não especializados, com predominância de produtos alimentares, bebidas ou tabaco (6), restaurantes tipo tradicional (5), construção de edifícios (residênciais e não residências) (4) e atividades de mediação imobiliária (3)”.

PUB

Em dezembro predominou a gerência exercida por homens (73,2%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here