Ourém | Tancos ou Monte Real, município quer é aeroporto na região

Luís Albuquerque Foto: mediotejo.net

O executivo municipal de Ourém aprovou por unanimidade na reunião camarária privada de 17 de fevereiro, segunda-feira, uma moção em prol da instalação de um aeroporto em Tancos, à semelhança da que foi aprovada na Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT). Em declarações aos jornalistas, o presidente Luís Albuquerque admitiu que já anteriormente defendeu a solução de Monte Real, porque então era a única que se colocava. Estando Ourém à mesma distância de Tancos, a posição do município é sobretudo por um aeroporto na região que estimule a economia gerada por Fátima.

PUB

Segundo explicou o presidente, a proposta de moção em prol do aeroporto de Tancos que foi à reunião camarária surge na sequência de uma deliberação da CIMT e foi aceite com unanimidade entre o elenco ouriense. O texto segue agora para apreciação pela Assembleia Municipal.

Analisando a questão, o autarca reconheceu que em tempos chegou a defender publicamente a solução de um aeroporto em Monte Real. Mas na ocasião, salientou, não se falava em Tancos. “O que temos vindo a dizer é que é importante existir um aeroporto na região”, explicou.

PUB

“Tendo em conta a localização de Ourém, tanto faz Tancos ou Monte Real”, salientou, referindo que o concelho acaba por ter esta posição particular no âmbito da CIMT. O que foi rejeitado foi sobretudo a solução apresentada por Coimbra, para um aeroporto mais a norte, que então estaria bastante afastado de Ourém e de Fátima.

“Fátima tem um papel preponderante na viabilidade económica-financeira de um aeroporto na nossa região”, referiu o presidente, pelo que é sempre com este horizonte que se está a trabalhar. Muitos estudos já foram feitos, frisou, considerando que é altura de se tomar em definitivo uma decisão.

PUB
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here