Ourém | Projeto “Bengatrónica” de aluno da EPO arrecada mais um prémio

Pedro Mateus e Nilton Lopes (esq., dirt). Foto EPO

Pedro Mateus e Nilton Lopes, alunos do curso de Electrónica, Automação e Comando, da Escola Profissional de Ourém (EPO), conquistaram os prémios “Melhor Exposição” e “Melhor Escola Estreante” no Concurso de Protótipos Tecnológicos APTIPRO. A final decorreu na terça-feira, 11 de julho, em Oliveira do Bairro, com a “Bengatrónica” de Pedro Mateus a conquistar assim o seu terceiro prémio no espaço de um mês.

A “Bengatrónica” conquistou o prémio “Melhor Exposição”. O projeto consistiu na criação de uma bengala eletrónica destinada a invisuais, com o complemento de uns óculos, que em conjunto emitem sinais e vibrações ao detetarem objetos e obstáculos em diferentes níveis. Pedro Mateus já havia arrecadado um prémio no EmpreEscola da NERSANT e outro no Concurso de Ideias do CLDS 3G de Ourém.

Nilton Lopes participou neste concurso com a sua Harpa Laser, que tem como propósito a criação de um instrumento musical inovador, capaz de controlar sons e efeitos sonoros de acordo com os movimentos do seu utilizador ao longo dos feixes laser do instrumento, proporcionando um espetáculo de sons e luzes aos espetadores da atuação. Venceu na categoria “Melhor Escola Estreante”.

O Concurso de Protótipos Tecnológicos APTIPRO vai na sua 7ª edição e foi organizado pela Associação Nacional de Professores de Eletrotecnia e Eletrónica e pelo Instituto Profissional da Bairrada. O objetivo é a divulgação da qualidade de formação adquirida pelos alunos dos cursos profissionais que desenvolvam projetos na área da eletrotecnia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here