Ourém | Município em fase de aquisição de terrenos para construção de passadiços do Agroal

Atualmente já existe uma estrutura em madeira, montada em 2017, que conduz ao cimo da serra, onde existe um percurso pedestre Foto: mediotejo.net

A cerca de mês e meio do início do verão, o município de Ourém encontra-se neste momento numa fase de aquisição de terrenos, para posteriormente avançar com o projeto de construção dos passadiços do Agroal. O presidente da Câmara, Luís Albuquerque, adiantou ao mediotejo.net que espera avançar com a abertura do concurso dentro em breve, sem especificar datas para arranque e conclusão da obra.

PUB

O projeto de execução referente à construção do passadiço do Agroal foi aprovado por unanimidade na reunião de câmara privada de Ourém de dia 18 de fevereiro, um investimento na ordem dos 370 mil euros. Prevê-se a “construção de uma estrutura enquadrada ecológica e paisagisticamente na margem esquerda do Rio Nabão, que fará a ligação entre o Parque Natureza e a Praia Fluvial do Agroal”, refere o comunicado de imprensa do município, ao longo de uma extensão de cerca de 780 metros. A obra vai ser financiada por fundos comunitários.

“O percurso do Passadiço foi projetado de forma a não alterar as condições ecológicas (solo, fauna, flora, etc.) do espaço e a estrutura em madeira será sobrelevada em praticamente toda a sua extensão. Existem dois percursos pedestres que passam pelo Agroal e com a construção do Passadiço, coincidente com ambas as rotas, será possível valorizar e requalificar o local”, adianta a mesma informação.

O município explica que o projeto “apresenta um percurso sinuoso integrado no espírito do lugar e enquadrado com toda a envolvente paisagística, assumindo como premissa a manutenção do maior número possível das espécies arbóreas existentes. Foram também definidos pontos estratégicos de lazer e estadia ao longo do Passadiço que contemplarão a instalação de mobiliário urbano e iluminação que tornarão o percurso mais atrativo e contemplativo. Ao longo do percurso serão instalados elementos gráficos e painéis informativos sobre a fauna e flora aí existentes, tornando a passagem educativa e interativa”.

O passadiço quer ainda ser uma alternativa segura de acesso à praia fluvial, uma vez que atualmente o parque de estacionamento existente fica ainda a várias centenas de metros da praia, o que obriga a uma caminhada pela estrada, onde não existem passeios. Este facto origina ainda estacionamento indevido ao longo da via.

PUB

Segundo o município, a intervenção proposta tem um valor estimado na ordem dos 368 mil euros (ao qual acresce IVA à taxa legal em vigor) e será submetida a uma candidatura integrada no âmbito do Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020) designada “Rotas e Percursos no Médio Tejo” e promovida pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), que deverá possibilitar um financiamento de cerca de 200 mil euros.

Este ano a praia fluvial do Agroal tornou a obter a Bandeira Azul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here