Médio Tejo | Torres Novas e Tomar na candidatura a Leiria Capital da Cultura 2027

*atualizado às 00h06 de 25 de janeiro de 2018

PUB

Depois de Ourém e de Alcanena, também os concelhos de Torres Novas e Tomar confirmaram ao mediotejo.net que aderiram à candidatura regional de Leiria a Capital Europeia de Cultura 2027. O património histórico e cultural são os pontos em comum com a cidade do Oeste. A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo não chegou a ser convidada a entrar no processo.

Entusiasta desta participação, a vereadora da cultura de Torres Novas, Elvira Sequeira, garantiu ao mediotejo.net que a adesão já está decidida há algum tempo, tendo decorrido inclusive algumas reuniões. Em comum com Leiria há a dinâmica cultural do Teatro Virgínia e o crânio encontrado nas grutas do Almonda, um dos mais antigos de que há registo, que toca o património arqueológico do menino do Lapedo.

“Torres Novas faz parte de um território vasto e relevante”, defendeu, sendo esta participação uma “mais valia” para a região, que partilha com Leiria várias referências culturais. “Está confirmado que vamos participar”.

Também Tomar confirmou ao mediotejo.net a adesão à candidatura para 2027. Segundo a vereadora da cultura, Filipa Fernandes, só o processo necessário à candidatura já é por isso uma mais valia, devido às sinergias que se criam em rede, e “se Leiria ganhar, ganha a região”. Por outro lado, “Tomar tem um património histórico e cultural” que faz sentido dentro da candidatura de Leiria, ao qual se pode acrescentar os festivais musicais, como os Bons Sons, ou eventos tradicionais, como a Festa dos Tabuleiros que terá uma edição em 2027.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here