Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho

O teatro de rua “Entremundos” (PIA) passa pela Praia Fluvial da Sertã. Foto: Susana Mendes

O projeto Caminhos está de volta com a segunda edição dos Caminhos da Água e os espetáculos percorrem os concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere, Mação, Sertã, Torres Novas e Vila de Rei entre os dias 13 e 22 de julho. Sete dias para mergulhar nos jogos e histórias infantis, percursos, teatro de rua, música e circo contemporâneo de artistas nacionais e estrangeiros que vão andar pela região.

Os Caminhos da Água começam em Torres Novas esta sexta-feira, dia 13, concelho que à semelhança de Constância e Ferreira do Zêzere recebem iniciativas no primeiro fim-de-semana. Alcanena, Mação e Vila de Rei têm eventos programados para os dois fins-de-semana e os do segundo fim-de-semana também se realizam em Abrantes e Sertã, sendo no último que o programa encerra a 22. Ao todo, são 65 momentos de manhã à noite nos dias 13 a 15, sexta-feira a domingo, e 19 a 22, quinta-feira a domingo.

Em alguns casos, os espetáculos repetem-se em horários e, noutros, multiplicam-se por concelhos, voltando a existir um espetáculo que engloba todos os concelhos. O teatro de rua “EZ SUB” (Projecto EZ) passa por Alcanena e Constância no dia 13 (11h00 e 16h00), Ferreira do Zêzere e Torres Novas no dia 15 (11h30 e 17h00), Abrantes e Mação no dia 21 (11h00 e 17h00) e Vila de Rei e Sertã no dia 22 (11h00 e 17h00).

Esta área artística é uma das apostas da rede de itinerância cultural criada pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIM Médio Tejo) em 2017, assente num formato de apresentação de espetáculos que se misturam com o património dos treze concelhos do Médio Tejo em três momentos distintos do ano. A cultura surge tanto em espaços convencionais, como em lugares inesperados que trazem novidades em cada edição.

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
O espetáculo de teatro de rua “EZ SUB” (Projecto EZ) percorre os oito concelhos. Foto: DR

O projeto Caminhos está estruturado para três anos, por isso vai a meio e, segundo Miguel Pombeiro, tem “ganho as suas raízes” e conquistado “feedback e aceitação do público”. Até à data, o público já se habituou ao primeiro momento, os Caminhos do Ferro, inspirados na rede ferroviária e que se realizam em abril, prepara-se agora para os Caminhos da Água, inspirados nos rios e que surgem neste mês de julho, e pode marcar os Caminhos da Pedra, inspirados na rede rodoviária, para outubro.

O conceito assenta na variedade dos projetos artísticos apresentados por artistas nacionais e estrangeiros, muitas vezes em áreas menos conhecidas, como o teatro de rua e o circo contemporâneo. Propostas que o Secretário Executivo da CIM do Médio Tejo destaca poderem ser usufruídas com mais tempo na segunda edição pois os espetáculos passaram a ser apresentados não em um, mas dois fins-de-semana.

Com uma média de nove espetáculos por dia e muitos quilómetros por explorar na região, partilhamos o programa completo, dividido por concelhos, para que decida quando e onde quer mergulhar durante os Caminhos da Água. Pode ir sozinho, a dois, com amigos ou em família, há propostas para todos.

 

ABRANTES

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
A Praça Raimundo Soares recebe o espetáculo de teatro de rua “Sueños de Arena” (Ytuquepintas). Foto: DR

Por aqui, mergulha-se nos Caminhos da Água no segundo fim-de-semana e as propostas dividem-se entre o Castelo de Abrantes, a Praça Raimundo Soares, o Centro Histórico e o Parque Tejo. O primeiro pode ser explorado através do percurso artístico “Abrantes que já cá não mora”, criado por Francisco Goulão, às 18h00 dos quatro dias.

O teatro de rua é a outra área artística em destaque neste concelho e, além da apresentação de “EZ SUB” (Projecto EZ) no Centro Histórico, também surge na Praça Raimundo Soares às 22h00 de dia 20 com o espetáculo “Sueños de Arena” (Ytuquepintas) e no Parque Tejo às 11h00 e às 17h00 de dia 22 com o espetáculo “Água” (Circolando).

 

ALCANENA

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
A Praça 8 de Maio recebe o músico Bonga. Foto: DR

Por Alcanena, o teatro de rua e a música dos Caminhos da Água surgem na Praia Fluvial dos Olhos d’Água e na Praça Marechal Carmona no primeiro fim-de-semana e para o segundo estão reservadas propostas de circo contemporâneo, música e o percurso artístico de Tiago Correia na Fábrica da Cultura de Minde e na Praça 8 de Maio.

O espetáculo “ EZ SUB” (Projecto EZ) passa pela Praia Fluvial dos Olhos d’Água e às 21h30 de dia 15 Joana Barra Vaz atua na Praça Marechal Carmona. Entre os dias 19 e 22, sempre às 19h00, explora-se “A Selva” de Tiago Correia na Fábrica da Cultura de Minde, sendo que na primeira data o circo contemporâneo e a música também marcam presença na Praça 8 de Maio com o espetáculo “The Funes Van” (The Funes Troup), às 21h00, e o concerto de Bonga, às 22h00.

 

CONSTÂNCIA

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
O Anfiteatro dos Rios recebe o espetáculo de circo contemporâneo “Distans” (Vol’e Temps). Foto: DR

Camões andou por estes lados e os Caminhos da Água também vão andar no primeiro fim-de-semana através de teatro de rua, música, jogos e histórias infantis e circo contemporâneo, que vão andar espalhados pelas três freguesias. A margem ribeirinha onde se encontram os rios Tejo e Zêzere é o cenário escolhido para o espetáculo “EZ SUB” (Projecto EZ). Não muito longe, no Anfiteatro dos Rios, é apresentado o espetáculo de circo contemporâneo “Distans” (Vol’e Temps), às 18h00 de dia 15.

Antes, já os visitantes passaram pela Praça Alexandre Herculano, que recebe os concertos de Isaura, às 21h00 de dia 13, e de Samuel Úria, às 22h30 de dia 14. No sábado, as famílias descobrem o “Bestiário à Solta, Histórias do Bestiário Tradicional Português” às 11h00 no Parque Ambiental de Santa Margarida e às 16h00 no Jardim 25 de Abril (Montalvo). No domingo voltam a encontrar-se com os jogos e as histórias junto ao Painel de Neptuno, nos dois horários.

 

FERREIRA DO ZÊZERE

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
O Centro Cultural recebe os sons de Alexander Search. Foto: DR

As propostas dos Caminhos da Água concentram-se no primeiro fim-de-semana e dividem-se entre a música, o circo contemporâneo, o teatro de rua e o percurso artístico “Aqui no lugar”, criado por Ana Bento e que pode ser trilhado em Avecasta às 10h30 nos três dias e também às 18h00 de sábado. O espetáculo “EZ SUB” (Projecto EZ) é apresentado na Praia do Lago Azul.

O circo contemporâneo surge neste concelho na Praça Dias Ferreira, às 21h30 de dia 14, com o espetáculo “Distans” (Vol’e Temps), intercalando os concertos nos dias 13 e 15. Na sexta-feira, os Les Saint Armand atuam às 18h00 na Praia da Bairrada e, no domingo, os sons de Alexander Search, projeto com Salvador Sobral, sobem ao palco do Centro Cultural de Ferreira do Zêzere a partir das 21h30.

 

MAÇÃO

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
As personagens do Bestiário Tradicional Português vão andar à solta em praias fluviais. Foto: DR

No primeiro fim-de-semana há jogos e histórias infantis nas Praias Fluviais de Cardigos e do Carvoeiro e no segundo o teatro de rua e a música surgem na Praia Fluvial de Ortiga e no Jardim Municipal. O “Bestiário à Solta, Histórias do Bestiário Tradicional Português” surge na primeira praia às 15h00 e às 17h00 de sábado e na segunda a partir das 10h30 e 12h00 de domingo.

Uma semana de trabalho (ou férias!) volvida e as propostas dos Caminhos da Água para relaxar neste concelho regressam no dia 21, com a apresentação do espetáculo “EZ SUB” (Projecto EZ) na Praia Fluvial Ortiga e o concerto de Valter Lobo, às 18h00, no Jardim Municipal.

 

SERTÃ

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
Budda Power Blues & Maria João encerram o programa dos Caminhos da Água. Foto: DR

O fim-de-semana mais comprido do programa engloba os espetáculos na Sertã, com jogos e histórias infantis, o percurso artístico de João Bento, teatro de rua e música na Praia Fluvial, no Jardim da Serrada na escadaria do Hotel do Convento e na Alameda da Carvalha. O último local recebe o espetáculo “EZ SUB” (Projecto EZ) e é neste concelho que o programa encerra.

O projeto criado por João Bento, “Correspondência: percurso sonoro para o jardim da Serrada” acompanha os visitantes durante um passeio a partir das 16h00 dos quatro dias e as famílias divertem-se com os jogos e histórias da “Casa das Brincadeiras” na Praia Fluvial às 10h00 e às 14h30 nos dias 19 e 20. No sábado, às 18h00, o mesmo local recebe o espetáculo de teatro de rua “Entremundos” (PIA) e no domingo Budda Power Blues & Maria João atuam na escadaria do Hotel do Convento às 21h30.

 

TORRES NOVAS

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
O primeiro momento dos Caminhos da Água é na “Casa das Brincadeiras”. Foto: DR

A cidade de Torres Novas é o ponto de partida do programa deste ano e faz parte do itinerário cultural no primeiro fim-de-semana em que se pode usufruir do teatro de rua “EZ SUB” (Projecto EZ) na Avenida João Martins Azevedo, de jogos e histórias infantis e nova dose de teatro de rua no Jardim das Rosas e de música na Central do Caldeirão.

O primeiro momento dos Caminhos da Água é feito de jogos e histórias dirigidos às famílias que são convidados a entrar na “Casa das Brincadeiras” instalada no Jardim das Rosas, às 10h00 e às 14h30 dos três dias. Quem por ali se encontrar pelas 21h00 de sábado cruza-se com o espetáculo de teatro de rua “Água” (Circolando), às 18h00 e às 21h00. A música do projeto “Microscopiofonia” (Sonoscopia) ecoa na Central do Caldeirão a partir das 18h00 de domingo.

 

VILA DE REI

Médio Tejo | Conheça os mergulhos dos Caminhos da Água, concelho a concelho
O Penedo Furado recebe o circo contemporâneo “The Funes Van” (The Funes Troup). Foto: DR

Os Caminhos da Água atravessam o Médio Tejo sem esquecer o Centro Geodésico de Portugal, localizado neste concelho que recebe o percurso artístico da BURILAR e música no primeiro fim-de-semana e circo contemporâneo e teatro de rua no segundo. Além do ponto central, a cultura também vai andar pela Igreja Matriz de Vila de Rei, o Largo do Mercado Municipal e as Praias Fluviais do Penedo Furado e do Bostelim, sendo nesta que é apresentado o espetáculo “EZ SUB” (Projecto EZ).

O templo religioso é o ponto de partida do percurso artístico a desvendar “De mapa na mão e água nos lábios” pelas 10h00 nos dias 13 e 15, 16h00 no dia 13 e 19h00 no dia 15. Nesta sexta-feira, o Largo do Mercado Municipal recebe o concerto dos Melech Mechaya a partir das 21h30 e as propostas estão de regresso a 20 e a 21. O circo contemporâneo “The Funes Van” (The Funes Troup) aparece às 17h00 de sexta-feira na Praia Fluvial do Penedo Furado e o teatro de rua “Sueños de Arena” (Ytuquepintas) às 21h30 no Centro Geodésico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here