Médio Tejo | Cinco praias fluviais de Abrantes, Ourém, Mação e Vila de Rei com Bandeira Azul

praia fluvial de Aldeia do Mato (Foto: mediotejo.net)

As praias do Carvoeiro (Mação), Agroal (Ourém), Aldeia do Mato e Fontes (Abrantes) e Bostelim (Vila de Rei) são as cinco praias fluviais da região do Médio Tejo com Bandeira Azul em 2019. A recém criada praia fluvial de Fontes, na albufeira de Castelo do Bode, estreia-se este ano a receber a Bandeira Azul e a de Carvoeiro (Mação) hasteia a Bandeira pela 13ª vez consecutiva. Portugal vai ter 352 praias com Bandeira Azul, mais 20 face a 2018.

PUB

Portugal vai ultrapassar pela primeira vez este ano as três centenas e meia de praias (352) com Bandeira Azul, mais 20 face a 2018, sendo 317 costeiras e 35 fluviais, anunciou a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Praia fluvial de Fontes vai hastear a Bandeira Azul pela primeira vez. Créditos: Centro Social, Desportivo e Recreativo de Portela.

No Médio Tejo estreia-se a praia fluvial de Fontes (Abrantes) com a Bandeira Azul e repetem-se as distinções às praias localizadas nos concelhos de Abrantes (Aldeia do Mato – 9ºano), Mação (Carvoeiro – 13º ano consecutivo), Vila de Rei (Bostelim – 4º ano) e Ourém (Agroal -3º ano), a zona balnear de águas terapêuticas que se situa na fronteira entre os concelhos de Ourém e Tomar.

Zona de espreguiçadeiras que permitem contemplar a paisagem em Aldeia do Mato

“Entraram 18 praias novas costeiras e duas fluviais. Dezassete são novas no Programa Bandeira Azul, são praias que talvez aguardassem serem qualificadas e serem designadas exatamente como praias, porque, até aqui, ainda não eram designadas como praias”, explicou a coordenadora nacional do Programa Bandeira Azul, Catarina Gonçalves, em conferência de imprensa realizada hoje em Lisboa.

Das 352 praias galardoadas com a Bandeira Azul, o Algarve, com 88 praias costeiras (89 em 2018), continua a ser a região do país com mais bandeiras azuis, apesar de a praia do Pintadinho, no concelho de Lagoa (distrito de Faro), ter perdido este ano essa distinção.

PUB

O Norte terá este ano 75 praias com Bandeira Azul, 69 das quais costeiras (mais uma face a 2018 – São Félix da Marinha, em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto) e seis fluviais, uma a mais face a 2018, com a entrada da praia fluvial Parque Dr. José Gama, no concelho de Mirandela (distrito de Bragança).

A região do Tejo vai ter este ano 54 praias com Bandeira Azul, 45 costeiras e nove fluviais, mais seis em relação ao total do ano passado, com destaque para o concelho de Oeiras (distrito de Lisboa) que, pela primeira vez, apresentou candidaturas de duas praias: a de Santo Amaro e a da Torre.

Praia Fluvial Aldeia do Mato Foto: mediotejo.net

A Praia Fluvial de Aldeia do Mato, que se encontra na margem esquerda do Rio Zêzere, em plena Albufeira de Castelo do Bode, no concelho de Abrantes, recebe pela 9ª vez a Bandeira Azul, depois de ter sido hasteada em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015, 2016 e 2017 e 2018.

praia fluvial do Carvoeiro Foto: CM Mação

Já a praia fluvial de Carvoeiro, no concelho de Mação, recebe esta distinção pela 13ª vez consecutiva, desde 2007. A estrutura é constituída por um paredão para contenção do caudal da ribeira, que resulta num enorme espelho de água que contempla também uma piscina para crianças.

Dispõe ainda de equipamentos complementares como os balneários públicos, um bar, Posto de Primeiros Socorros e uma zona coberta para refeições equipada com assadores.

Praia Fluvial do Bostelim, no concelho de Vila de Rei, entre a freguesia da Fundada e São João do Peso (Foto: mediotejo.net)

A praia de Bostelim, em Vila de Rei, repete pela quarta vez o galardão, que conquistara pela primeira vez em 2016. Situada perto da ponte sobre a ribeira do Bostelim, esta praia desenvolve-se em zona florestal montanhosa próxima da povoação de Cabeça do Poço, nas margens da Ribeira da Isna.

Praia fluvial do Agroal, Ourém

A praia fluvial do Agroal conquista a Bandeira Azul pelo terceiro ano consecutivo. O Agroal, situado na freguesia de Formigais, concelho de Ourém, é um espaço privilegiado no troço médio do Rio Nabão, marcado pela paisagem natural e pela nascente que corre com abundância durante todo o ano, permitindo ao rio manter um caudal razoável até à sua foz no Rio Zêzere, afluente do Tejo.

As águas do Agroal são ainda bastante conhecidas pelas suas capacidades terapêuticas para problemas de pele. Conquista a Bandeira Azul pelo 3º ano consecutivo.

Praia fluvial de Aldeia do Mato

A praia fluvial de Fontes, no concelho de Abrantes, e a praia do Salgado, na Nazaré (distrito de Leiria), também vão receber este ano a Bandeira Azul, havendo ainda duas reentradas neste lote: a praia da Rainha, na Costa de Caparica, concelho de Almada (distrito de Setúbal), e de Janeiro de Baixo, no concelho da Pampilhosa da Serra (distrito de Coimbra).

A região Centro vai ter 28 praias costeiras com este galardão, mais quatro relativamente a 2018, com a atribuição desta distinção às praias de Cabo Mondego, de Cova Gala Hospital, da Murtinheira e da Tamargueira, todas no concelho da Figueira da Foz, no distrito de Coimbra.

O Centro do país terá 16 praias fluviais, mais uma do que em 2018, havendo a perda da Bandeira Azul da praia da Senhora da Graça, no concelho da Lousã (Coimbra), enquanto as praias de Avô, no concelho de Oliveira do Hospital (Coimbra), e de Areinho, no concelho de Ovar (Aveiro), foram este ano galardoadas com a Bandeia Azul.

c/LUSA

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here