Médio Tejo | Centro Hospitalar diminuiu dívida em quase 6 ME

Corredor de hospital. Foto: DR

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), EPE, no passado mês de junho, pagou 5.8 milhões de euros a fornecedores, o que contribuiu para abater a dívida, informou a instituição. A mesma situa-se agora num valor global na ordem dos 23 ME.

PUB

Em nota de imprensa, o Conselho de Administração (CA) do CHMT refere que esta ação de diminuir a dívida insere-se na “estratégia de consolidação e controlo das contas do CHMT”, EPE, numa “rigorosa gestão financeira que acompanha o acréscimo da
atividade assistencial, o desenvolvimento e o investimento em novos equipamentos”.

Citado na mesma nota, Carlos Andrade Costa, presidente do Conselho de Administração do CHMT, refere que o montante da dívida está “sob controlo, com mais atividade, mais investimento e o mais baixo volume de dívida dos últimos 10 anos”.

O gestor sublinha ainda “o reforço da aposta da tutela na prestação de cuidados de saúde na região do Médio Tejo, visível na injeção periódica de capitais que revelam igualmente o investimento que a tutela tem feito de forma contínua no CHMT, EPE”.

Assim, a 30 de junho , tendo por base os valores de encerramento do mês de maio e os valores provisórios de junho, o valor das dívidas totais teve uma variação de -5 402 491,65, apresentando um total de €23 426 070,84.

PUB

A dívida vencida teve uma variação de €-3 968 006,34, estando a 30 de junho de 2019 no valor de € 18 199 023,03.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here