Mação | Ralicross com provas animadas levou o muito público ao rubro (C/fotogaleria e vídeo)

Ralicross sempre espetacular.

O mês de junho despediu-se com a realização, em Mação, da quarta jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy, uma prova organizada pelo Clube Automóvel de Mação (CAM) sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). A prova denominada “Mação Verde Horizonte” decorreu na pista da Boavista nos dias 29 e 30 de junho.

PUB

Muito calor, dentro e fora da pista, muita adrenalina e forte adesão de público marcaram o fim de semana de corridas que tiveram como vencedores Rodrigo Correia (Peugeot 205) na Iniciação, Santinho Mendes (Opel Astra) na Nacional 2RM, Pedro Tiago (Citroen Saxo) na Nacional A1.6, João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) na Super 1600, Nelson Barata (Toniauto Power UB) na Super Buggy e Luís Almeida (LBS Motorclube Rx01) no Kartcross.

2 CV voltaram a animar a pista da Boavista.

A Organização pretendeu homenagear José Fábrica, piloto desaparecido de forma trágica, levando a cabo uma demonstração de Popcross com os “velhinhos” 2 CV e Dyane.
Com boa adesão de pilotos foi um verdadeiro “regresso ao passado”.

Realizados os treinos e qualificações estavam guardadas para domingo as emoções das finais. E os pilotos não deixaram os créditos por mãos alheias e mostraram porque este campeonato, marcado pela espetacularidade, tem tantos e fervorosos adeptos.

Os mais novos já mostram talento.

Na Iniciação, com quatro concorrentes, a final ficou decidida na primeira curva apesar de haver luta até ao final. Rodrigo Correia (Peugeot 205) arrancou bem mas os quatro concorrentes abordaram a curva 1 do circuito a par.

PUB

Os toques foram inevitáveis mas Correia conseguiu sair na frente apesar da oposição de Gonçalo Macedo (VW Polo). Foi assim até final e até partilharam a “joker lap”. Correia venceu secundado por Macedo.

André Monteiro (Toyota Corolla), apesar aparentar problemas de caixa de velocidades, conseguiu defender-se de Gonçalo Novo (Toyota Starlet) e fechou o pódio.

António Santinho Mendes venceu as duas rodas motrizes.

Na categoria Nacional 2RM João Novo não alinhou na final, com o motor do Peugeot 106 partido durante a qualificação. Com três concorrentes em pista venceu com à vontade o regressado Santinho Mendes, campeão em título e vencedor da Taça de Portugal, este ano a fazer apenas aparições esporádicas nesta disciplina.

Andreia Sousa (Peugeot 306) havia batido forte nas qualificações mas apresentou-se na final para obter o segundo posto. O terceiro lugar ficou para Nuno Génio (Opel Kadet).
Após a Cerimónia do Pódio fomos falar com o piloto abrantino António Santinho Mendes:

Mação | 52° Edição do Rallicross Verde Horizonte – António Santinho Mendes

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 30 de junho de 2019

Nacional A 1.6.

Na prova destinada aos carros da Nacional A 1.6, Leandro Macedo (Citroen Saxo) partiu bem mas o facto de ter ultrapassado demasiado cedo as linhas que balizam o arranque determinou uma penalização que viria a alterar a classificação final. Macedo estava na frente secundado por Pedro Tiago (Citroen Saxo) e Tiago Ferreira (Peugeot 106).

Formaram-se duas parelhas em lutas bem acesas. A lutar pelo lugar mais alto do pódio estavam Macedo e Tiago. Logo atrás vinham Tiago Ferreira (Citroen Saxo) a travar um duelo muito interessante com Leonel Sampaio (Citroen Saxo).

Macedo venceu mas a penalização de cinco segundos atirou-o para o lugar mais baixo do pódio. A coroa de louros foi assim para Pedro Tiago seguido de Leonel Sampaio.

Super 1600.

Nos Super 1600, João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) saiu da “pole-position” mas teve de se entregar a fundo para manter a liderança após a primeira curva do circuito da Boavista. Quem partiu muito bem da segunda linha foi Joaquim Machado (Peugeot 208 S1600) que, ao travar no limite, conseguiu alcançar o segundo posto.

O pelotão da frente rodava compacto. Ricardo Soares (Citroen Saxo S1600) e Hélder Ribeiro (Citroen C2 S1600) faziam parte do grupo e mais para trás, os toques faziam vítimas como foi o caso de António Sousa (Peugeot 208 S1600) que ficou com a roda traseira direita danificada.

A estratégia das idas à “joker lap” foi decisiva e João Ribeiro conseguiu sair na frente do Peugeot de Machado, e dessa forma, garantir a vitória por apenas apenas um segundo.
Joaquim Machado levou o seu Citroen C2 S1600 ao terceiro posto.

Super Buggy.

Na partida dos Super Buggy Mauro Reis deixou “calar” o motor do HSPort TT e ficou na grelha. Nelson Barata (Toniauto Power UB) teve um início de corrida muito discutido com o comandante do campeonato, Paulo Godinho (PG0012), mas depois foi cimentando uma vantagem confortável com que venceu a final. Nuno Magalhães (Toniauto T) subiu ao terceiro lugar do pódio.

No Kartcross conduziu-se nos limites.

A última final da tarde elevou bem alta a expectativa em Mação. Os Kartcross, com uma grelha recheada de protótipos de alta “performance” e com uma invejável relação peso-potência, prometiam espetáculo garantido. Não desiludiram.

Luís Almeida (LBS Motorclube Rx01) partiu bem e chegou à frente à primeira curva, colocando-se a salvo dos inúmeros “toques”. Nuno Bastos (ASK EVO12), vindo do oitavo lugar passou incólume e ocupou o segundo posto, à frente de Pedro Rosário (Semog Bravo ER).

Foi por esta ordem que receberam a bandeirada final com Daniela Godinho (Semog Bravo) a ser a vencedora do troféu feminino.

Festa do Pódio.

Os pódios ficaram assim ordenados:

Campeonato de Portugal de KartCross (8 voltas)

1º-Luis Almeida (LBS Motorclube Rx01) – 05:11.032
2º-Nuno Bastos (ASK EVO 12) – 05:12.442
3º-Pedro Rosário (Semog Bravo) – 05:12.895

Campeonato de Portugal de Super Buggy / SSVRx (8 voltas)

1º-Nelson Barata (Toniauto PowerUB) – 05:22.504
2º-Paulo Godinho (PG 0012) – 05:29.820
3º-Nuno Magalhães (Toniauto T) – 05:31.617

Campeonato de Portugal de Ralicross – Iniciação (7 voltas)

1º-Rodrigo Correia (Peugeot 205) – 05:09.384
2º-Gonçalo Macedo (VW Polo) – 05:11.232
3º-André Monteiro (Toyota Corola) – 05:19.872

Campeonato de Portugal de Ralicross – Nacional (2RM) (7 voltas)

1º-Santinho Mendes (Opel Astra) – 04:54.154
2º-Andreia Sousa (Peugeot 306) – 05:19.527
3º-Nuno Génio (Opel Kadett) – 05:23.424

Campeonato de Portugal de Ralicross – Super 1600 (7 voltas)

1º-João Ribeiro (Citroen Saxo) – 04:51.888
2º-Joaquim Machado (Peugeot 208) – 04:52.898
3º-Helder Ribeiro (Citroen C2) – 04:53.429

Campeonato de Portugal de Ralicross – Nacional A 1.6 (7 voltas)

1º-Pedro Tiago (Citroen Saxo) – 04:58.858
2º-Leonel Sampaio (Citroen Saxo) – 05:00.522
3º-Leandro Macedo (Citroen Saxo) – 05:03.630

Demonstração de PopCross 2CV (10 voltas)

1º-Sérgio Marques (Citroen 2CV) – 10:13.990
2º-Domingos Violante (Citroen 2CV) – 10:33.078
3º-Manuel Ramos (Citroen Dyane) – 10:34.277

Esta jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy foi um tremendo sucesso a deixar orgulhosos os elementos do Clube Automóvel de Mação. O Campeonato prossegue a 27 e 28 de julho com o Ralicross Montalegre I, organizado pelo Clube Automóvel de Vila Real.

FOTOGALERIA:

*Com David Belém Pereira (Vídeo e fotos).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here