Mação | Presidente de Câmara ameaçado de morte

Presidente de Câmara de Mação foi ameaçado de morte, numa situação que levou à apresentação de participação às autoridades. Foto: Facebook/Vasco Estrela

O presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, foi ameaçado de morte em Queixoperra, tendo dado conta do seu incómodo e dos seus familiares pela ameaça anónima na sua página pessoal nas redes sociais. O autarca, advogado de formação, diz ter ficado “perturbado” com uma situação que considera séria e já apresentou queixa à GNR de Mação contra desconhecidos por ofensas e ameaça de morte em processo que vai ser também enviado à secção local de Abrantes do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Comarca de Santarém.

PUB

“Uma ameaça de morte é de muito mau tom e fiquei perturbado com a mesma, como é óbvio”, disse ao mediotejo o autarca, que diz ser algo “inesperado e imerecido”, nunca tendo passado por situação similar.

“Nunca tive atrito com ninguém e é de lamentar profundamente estas ameaças veladas de morte a coberto do anonimato. Fui sempre bem tratado na Queixoperra e em todas as localidades do concelho de Mação e não merecia esta ameaça de morte, algo que nunca pensei em passar na minha vida e no meu concelho”, disse Vasco Estrela.

Para o autarca, a divulgação pública do sucedido visa defender-se de possíveis situações de que foi ameaçado e que a mesma possa ajudar a comunidade maçaense a ajudar a encontrar o autor de tais injúrias e ameaças para que o mesmo seja presente às autoridades e justifique os motivos de tal acto.

Vasco Estrela, presidente CM Mação. Foto: mediotejo.net

A situação foi tornada pública na segunda-feira pelo próprio autarca na sua página do Facebook, onde explica que no domingo, 1 de dezembro, quando chegou à sua viatura, após participar numa iniciativa do Centro Cultural e Recreativo de Queixoperra, encontrou um bilhete anónimo no para-brisas com as ofensas e ameaças.

PUB

“Ontem, a exemplo do que aconteceu inúmeras vezes desde que assumi o desempenho de funções públicas, participei numa iniciativa de uma Associação do nosso Concelho, o Centro Cultural e Recreativo de Queixoperra. Parte dessa iniciativa decorreu no pavilhão da Associação, tendo eu deixado a viatura do Município que conduzo habitualmente há mais de 11 anos no recinto de festas anexo ao pavilhão junto a outras viaturas.

Acontece que no período em que estive na iniciativa, cerca de 1h30m (19h – 20h30), alguém colocou na escova do pára-brisas um “bilhete”, que anexo, em que me ofende e me ameaça de morte!

Tendo em conta a gravidade da situação, fiz hoje a respectiva participação junto das Autoridades competentes e entendo deixar pública esta lamentável atitude para a qual não encontro qualquer racionalidade.

Quero deixar uma palavra para o CRC da Queixoperra, aos seus dirigentes e à população daquela localidade, pela forma exemplar como sempre me trataram, tal como em todas as Associações e localidades do nosso Concelho.

Por último, garanto que manterei a minha atitude, a minha postura e a ser o que sempre fui, independentemente das ofensas e ameaças que me façam, lamentando apenas o incómodo que causam à minha família.

Espero que, apesar de extraordinariamente difícil, a justiça apure quem foi o(a) autor(a), de tão corajosa atitude”, pode ler-se na publicação de Vasco Estrela, presidente da Câmara de Mação.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here