Mação | III Trail Ares do Pinhal decorre a 31 de maio e já aceita inscrições

III Trail Ares do Pinhal decorre em Mação no dia 31 de maio. Foto arquivo: mediotejo.net

A associação Ares do Pinhal, com sede em Aldeia de Eiras, Amêndoa, no concelho de Mação, a assinalar 34 anos em atividade, realiza no próximo dia 31 de maio a III edição do Trail Ares do Pinhal – Prof. José Maia Marques. O Trail Longo terá uma distância de cerca de 25 km, o Trail Curto de 13 km, e a Caminhada de aproximadamente 10 km. A 3ª edição do Trail Ares do Pinhal conta este ano também com um Trail infantil sendo as provas realizadas no concelho de Mação. As inscrições estão a  decorrer.

Segundo a organização, pretende-se com esta prova “promover o bem-estar e a atividade física no concelho de Mação, bem como divulgar as estruturas locais, trazendo atletas e praticantes de desporto de todo o país”. Na edição de 2018 participaram quase 250 atletas e na de 2019 o número de inscrições duplicou, recebendo cerca de 500 participantes.

Trail José Maia Marques em Mação dia 25 de maio. Foto arquivo: mediotejo.net

Estas provas irão também integrar o CTR – Circuito de Trail do Ribatejo que conta com algumas das provas mais conceituadas do distrito de Santarém.

PUB

Além das provas desportivas, a Associação Ares do Pinhal pretende também sensibilizar a população do concelho de Mação para a importância de estilos de vida mais saudáveis para a promoção do seu bem-estar físico e mental e vai promover rastreios de saúde gratuitos.

Esclarecimentos adicionais podem ser obtidos através do email desporto@aresdopinhal.pt ou através do contacto 241591100. Inscrições aqui

PUB

Sobre a IPSS e o seu trabalho

A Ares do Pinhal foi criada em 1986 e iniciou as suas atividades com a criação de uma Comunidade Terapêutica para o tratamento de toxicodependentes em Aldeia de Eiras, tendo criado outra na Rinchoa (Sintra, 1992) e outra em Chão de Lopes (1995) e um Apartamento de Reinserção em Caxias (Oeiras, 1990). Foi ainda responsável, em parceria com o então Centro das Taipas e com a Câmara Municipal de Lisboa, pela criação da Escola Profissional de Animadores Sócio-culturais em Lisboa (1991).

A partir de 1998 assumiu também a gestão de alguns Programas de Redução de Riscos e Minimização de Danos no âmbito de uma parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e, na altura, o Projecto Vida, com supervisão técnica do Serviço de Prevenção e Tratamento da Toxicodependência (SPTT), atualmente Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), do Ministério da Saúde.

Atualmente a Ares do Pinhal conta com diversos programas dirigidos a pessoas dependentes de substâncias psicoativas lícitas e ilícitas, mantendo assim as duas comunidades terapêuticas maçaenses, com residentes de todo o país e das ilhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here