Travessia na “Barca d’Amieira” une margens de Mação e Nisa a partir de domingo

Nisa inaugura este domingo a nova travessia na “Barca d’Amieira”. Foto: CMN

A inauguração da “Barca D’Amieira Século XXI” irá decorrer este domingo, dia 22 de setembro, às 16:30, junto à margem do Rio Tejo, em Amieira do Tejo, unindo as margens ribeirinhas de São José das Matas (Mação)e da Barca D’Amieira (Nisa) e contará com diversos momentos, incluindo um concerto aquático pela Sociedade Musical Nisense e travessias livres entre as duas margens.

PUB

A nova “Barca D’Amieira”, num formato moderno do século XXI, tende a reabilitar um ícone histórico para as gentes de Amieira do Tejo, simbolizando a ligação desta povoação à outra margem, reabilitando assim uma tradição há muito perdida que tinha como objetivo a passagem de pessoas, bens e animais de uma margem do Tejo à outra, onde ainda hoje e na margem de São José das Matas, existe (ativa) a estação de Barca da Amieira, linha da Beira Baixa.

Mais do que fazer a própria travessia do rio, este projeto, do município de Nisa, prende-se à preservação, conservação e valorização do património histórico e cultural do Tejo Internacional.

O projeto “Barca D’Amieira”, da Câmara Municipal de Nisa, é uma operação cofinanciada, em 75%, pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, Programa INTERREG V-A Espanha-Portugal, ao abrigo do Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal (POCTEP).

Barca da Amieira. Foto: CMN

Em maio, a Câmara de Mação manifestou interesse em apoiar financeiramente o projeto do município de Nisa de unir as duas margens do Tejo entre a Barca d’Amieira, em São José das Matas (Mação) e a Barca da Amieira, em Nisa, com um projeto que permita o transporte de pessoas e veículos ligeiros de passageiros. O investimento global ronda os 100 mil euros e vai permitir dinamizar as duas localidades e comunidades ribeirinhas.

PUB

O município de Nisa fez em abril a apresentação pública do projeto da “Barca d’Amieira” que, num formato moderno, visa voltar a ligar as margens do Tejo, permitindo o transporte de pessoas e veículos ligeiros de passageiros, tendo Vasco Estrela, presidente da Câmara de Mação, anunciado em sede de Assembleia Municipal que o investimento global, na ordem dos 100 mil euros e que deverá contar com apoio de fundos comunitários, pode ser repartido em partes iguais pelos dois municípios.

“A Câmara de Mação está com o município de Nisa neste projeto”, disse Vasco Estrela, que inclui algumas intervenções nas duas margens ribeirinhas para usufruto das comunidades em termos lúdicos e de recreio, para além do projeto que visa permitir a passagem de pessoas e de veículos ligeiros entre as duas margens, sendo “uma mais valia para o concelho” de Mação, considerou o autarca.

Foto: CMN

“É uma estrutura de ligação que custa cerca de 100 mil euros e mostrámos abertura e interesse em comparticipar esta obra em conjunto com a Câmara de Nisa no valor não comparticipado pelos fundos comunitários”, disse Vasco Estrela ao mediotejo.net, tendo consideração “boa” a ligação num projeto que vai ainda permitir “valorizar aquele espaço como zona de bem-estar e espaço lúdico”.

A presidente da Câmara Municipal de Nisa, Idalina Trindade, acompanhada pelo presidente da Assembleia Municipal, João Santana, e pelos Vereadores, José Leandro e Lurdes Mendes, bem como pelo executivo da União de Freguesias de Arez e Amieira do Tejo e o presidente da Freguesia de Envendos (concelho de Mação), perante a população de Amieira do Tejo e restantes convidados procedeu, no dia 20 de abril, à inauguração da iluminação pública na Barca da Amieira.

No decorrer do evento, a presidente da Câmara Municipal de Nisa apresentou o projeto da “Barca d’Amieira” que, num formato moderno, visa voltar a ligar as margens do Tejo, permitindo o transporte de pessoas e veículos ligeiros de passageiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here