Gavião | Siemens vai modernizar barragem de Belver

Foto: mediotejo.net

A Siemens anunciou esta terça-feira que foi o parceiro escolhido pela EDP para modernizar os aproveitamentos hidroelétricos de Belver, no rio Tejo, e da Raiva, no rio Mondego. Os projetos serão implementados até 2020 e as intervenções permitirão aumentar a eficiência, fiabilidade e produtividade destas infraestruturas.

PUB

Com sede no Porto, o Centro de Competências de Energias Renováveis da Siemens Portugal tem apoiado a EDP na modernização de várias hidroelétricas. Na prática, explica a Siemens, “estas instalações hidroelétricas de média dimensão serão mais eficientes e terão maior fiabilidade, o que se traduz em menores tempos de paragem, maior produtividade e reduções significativas nos custos de operação e manutenção”.

O projeto de modernização do aproveitamento hidroelétrico de Belver, com uma potência instalada de 80,7 MW, inclui a remodelação dos quadros elétricos de média tensão e dos sistemas de proteções.

No aproveitamento hidroelétrico da Raiva, com uma potência instalada de 24 MW, a remodelação será integral, ficando a Siemens responsável pela renovação de todos os equipamentos elétricos, sistemas de comando e controlo e proteções.

A solução a fornecer pela empresa inclui a engenharia, fabrico, transporte, montagem, comissionamento e colocação em serviço de todos os sistemas. Ambos os projetos, que vão conferir níveis superiores de digitalização às instalações nas vertentes de monitorização, processamento de dados, comando local e remoto, arrancam ainda em 2019 e deverão estar concluídos em 2020.

PUB

Em comunicado, João Silva Marques, responsável pelas áreas de Gas e Power da Siemens Portugal, afirmou: “este tipo de infra-estruturas, apesar de estarem em funcionamento há largas décadas, têm um enorme potencial de modernização, com ganhos mensuráveis ao nível do desempenho, da eficiência e da economia de recursos. É nossa ambição continuar a desenvolver projetos do género, em conjunto com os nossos parceiros, em prol de um sistema energético mais sustentável e rumo à tão ambicionada neutralidade carbónica.”

Já Manuel Alberto Oliveira, Diretor de Otimização e Gestão de Ativos Hídricos da EDP Produção, disse: “no âmbito da estratégia de gestão e otimização dos seus ativos, a EDP Produção continua a manter o foco no investimento na manutenção e modernização dos equipamentos das suas centrais hídricas. O contrato que agora celebrámos com a Siemens, para as centrais de Belver e da Raiva, tem como objetivo elevar os níveis de eficiência, fiabilidade e rentabilidade dos equipamentos. Por outro lado, é mais um passo no caminho da transformação digital.”

A Siemens já realizou vários projetos deste género, com integração de soluções elétricas e de comando e controlo, por exemplo, nas centrais de Valeira, Tabuaço, Carrapatelo, Caniçada, Frades I, Castelo do Bode, Crestuma, Aguieira, Alqueva, entre muitas outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here