Gavião | No verdejante e fresco remanso da Ribeira da Venda (c/video/fotos)

A cerca de 10 km da vila de Gavião e apenas a 1 km da aldeia de Comenda, encontramos um pedaço de terra fresca em pleno montado na planície norte alentejana. Ali, o sol é certeiro logo de manhã, e o calor vai apertando, convidando à busca pela sombra e fresquidão. Pelo caminho, seguimos a sinalética até ao Parque de Merendas da Ribeira da Venda, uma zona de lazer simples e verdejante, vigiada por frondosas árvores de copa alta e larga. Descubra connosco este espaço verdejante e verá que o que resta é a vontade de estender a manta, com a cesta preparada para o piquenique, num dia de convívio com a família (os quatro patas incluídos).

PUB

Seguindo pela estrada nacional 118, vindo de Gavião, é seguir cerca de 9 km e cortar à direita em direção a Comenda e seguindo a indicação de Ribeira da Venda (a mesma estrada, vindo no sentido de Nisa, levará a que corte obviamente à esquerda).

Percorrendo as estradas, entre as herdades e montado, avista-se o espaço, num vale, cuja entrada pode ser feita dentro do parque ou mais adiante, após a ponte, cortando à esquerda em ambas. Já avistam árvores altas, diferentes da paisagem que habituou os olhos durante a travessia de carro.

O espaço relvado e os choupos e salgueiros acompanham o serpentear da ribeira da Venda, entre outra vegetação e formações rochosas, típicas neste território do Alto Alentejo, com penedos de granito. À chegada a banda sonora da avifauna complementa o quadro pintado pela paisagem do lugar, acompanhado de leves assobios pelo soprar da brisa, que fura os ramos das árvores, sugerindo uma dimensão plena de tranquilidade.

Foto: mediotejo.net

À entrada somos recebidos pelo espelho de água formado pelo lago, com uma superfície em madeira suspensa, que permite o contacto mais próximo com a ribeira, até mesmo para quem entenda ter condições para mergulhar ou molhar os pés. O parque tem na sua envolvência vários cercados em madeira e a arquitetura do espaço inclui vários apontamentos neste material.

PUB

Ali, sombras não faltam para que possam estender a manta e aproveitar para repousar. Bem como mesas de merendas, para que possa estender a toalha de piquenique e desfrutar de um almoço diferente com a sua família. Pode sempre trazer os seus fiéis companheiros de quatro patas, mas alertamos que respeite as regras expostas, nomeadamente a não aceitação de permanência de animais junto aos parques de merendas e churrasqueiras.

No local, dispõe ainda de uma piscina para os mais novos, permitido o seu uso até aos 14 anos. O tanque é relativamente extenso, mas não terá mais de 80 cm de altura, o que permitirá que esteja mais descansado nas mesas, enquanto as crianças refrescam ali perto, entre mergulhos e correrias na relva.

Foto: mediotejo.net

Do lado oposto, um parque infantil com escorregas e torre para trepar, e junto do edifício de apoio, um bar explorado por uma associação local, e que serve refeições por encomenda, mas incluindo na oferta do dia vários petiscos, bebidas e gelados.

Por outro lado, este é um espaço com vários trilhos desenhados, que permitirá ajudar nos treinos de equilíbrio dos mais pequenos, nas suas primeiras pedaladas. Porque não levar também as bicicletas?

O local dispõe ainda de balneários, lava-loiças, wc e churrasqueiras, e lugares de estacionamento na zona central do parque, dando melhor comodidade aos visitantes.

Uma das entradas, a segunda hipótese, leva à passagem pela Ponte romana da Ribeira da Venda, uma ponte de três arcos, que encaixa na paisagem produzindo uma vista idílica. Ali, passa também o Percurso pedestre “No Remanso da Ribeira da Venda”, um percurso circular, que acompanha o curso da ribeira ao longo de 17 km, cruzando herdades. Com partida da Comenda, junto à Fonte Nova, de duas bicas, e ao pé de um lavadouro.

Foto: mediotejo.net

Este percurso poderá ser feito em btt, mas se lhe apetecer dar uso às botas ou sapatilhas de caminhada, então prepare-se para algumas horas de viagem. Sugerimos que o faça logo de manhã ou, no verão, escapando ao calor e aproveitando o ar dourado de final de dia, partindo cerca das 17h30. Vai ter de cruzar muitas propriedades, com cancelas e portelos homologados, pelo que deve sempre respeitar as regras de conduta.

Apesar de extenso, é um percurso que lhe permite o contacto com as gentes locais, com a fauna e flora, e cruzar algumas vezes a linha de água da ribeira, enquanto descobre ícones e monumentos da história local, caso das sepulturas antropomórficas (existe uma perto do parque, se tiver curiosidade, seguindo a estrada asfaltada em direção a Comenda e passando as duas pontes, procure a sinalização imediatamente do lado direito), bem como pontes, ruínas, igrejas/capelas e fontes.

Se é fã deste tipo de rotas e aceita o nosso desafio para conhecer melhor a zona envolvente, seja a pé ou seja em btt, então procure fazê-lo através do PR3 “No Remanso da Ribeira da Venda-Comenda”.

Foto: CM Gavião

Adeque a experiência à sua medida, entre as várias sugestões que lhe deixamos. Seja como for, não deixe de partir à descoberta deste pedaço refrescante em pleno norte alentejano, no concelho de Gavião.

Espreite a fotogaleria com alguns cantos e recantos do parque:

*Publicada em agosto de 2018, republicada em julho de 2019

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here