Gavião | Feira Mostra anima noites de verão e revela “potencialidades do concelho”

Mostra de Artesanato Gastronomia e Atividades Económicas de Gavião. Foto: DR

A XXVII Mostra de Artesanato, Gastronomia e Atividades Económicas promete decorrer com muita animação e música entre os dias 12 e 14 de julho, no Jardim do Cruzeiro, em Gavião. A abertura oficial da Mostra conta com a presença do Ministro do Planeamento, Nelson de Souza.

PUB

O certame que é imagem de marca daquele concelho do norte alentejano junta este ano Alselmo Ralph, Blaya e David Carreira como destaques do cartaz musical num programa que conta ainda com quatro espaços de restauração, e cerca de 60 expositores de artesanato representativos das atividades económicas do concelho, além de atividades desportivas, culturais, e gastronómicas, entre muitas outras propostas.

“A Câmara Municipal ao longo dos muitos anos têm feito um grande investimento na promoção do concelho e das suas potencialidades e por isso convida todos os artesãos e todas as pessoas ligadas à indústria e vida económica do concelho a terem o seu espaço dentro da Mostra de Artesanato”, explicou ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal de Gavião, José Pio.

Para além disso “tentamos ser o mais abrangentes possível, apresentando uma aposta diversificada, trazendo artistas consagrados que possam dar nome ao evento mas também ao próprio concelho”, notou, referindo os cabeça de cartaz mas também os DJ’s, nomeadamente “Wilson Honrado ligado à Rádio Comercial que fará as delicias dos mais novos e daqueles que gostam de música mais contemporânea”, mencionando ainda os Djs da região, “talvez menos conhecidos mas com grande nome naquilo que é o panorama musical de animação de festas de verão”.

Anselmo Ralph atua em Gavião no dia 12 de julho. (Foto DR)

Anselmo Ralph sobe ao palco principal do evento em Gavião na sexta-feira, dia 12 de julho, Blaya atua no sábado, dia 13, e David Carreira encerra a XXVII Mostra de Gavião no domingo, dia 14.

PUB

O presidente da Câmara destaca ainda “O legado árabe e islâmico no concelho de Gavião”, que vai ser explicado e dado a conhecer na Biblioteca Municipal de Gavião, no sábado, 13 de julho, no âmbito das comemorações dos 500 anos de Foral de Gavião.

Uma conferência por Natália Nunes, “uma jovem do concelho de Gavião e que tem feito caminho na sua vida profissional, académica, não só sobre o mundo árabe em Gavião, mas sobretudo na Península Ibérica. Em Lisboa tem realizado muitos estudos e faz acompanhamento de visitas na cidade. Penso que será um momento a não perder”, refere o autarca.

O presidente salienta ainda a gastronomia que pode ser apreciada nos quatro restaurantes presentes no recinto da Mostra. “Desde o peixe ao sarapatel, das queixadas ao entrecosto com migas de batata ou à sopa seca, um ex libris da Freguesia de Margem”, confecionada pelo Centro Social de Margem.

Os restantes três restaurantes serão O Castelo, de Belver, e dois de Gavião, O Manel e O Moinho. “Duas novidades em substituição de outros dois – O Alamal e Sabores de Guidintesta – que este ano, por vontade própria, quiseram manter-se no seu espaço de restauração onde esperam receber muitos visitantes e que por esta época vêm ao concelho, e terão oportunidade de provar outros pratos da gastronomia tradicional”, refere.

Quanto ao número de visitantes esperados, o presidente lembra que nas edições anteriores foram milhares e espera que este ano “sejam mais. Digamos que São Pedro também manda em todas as atividades ao ar livre mas as previsões apontam para um fim de semana bastante quente em que o convite a estar na rua é normal”, diz, lembrando que na Mostra de Artesanato, Gastronomia e Atividades Económicas de Gavião “a entrada é gratuita”.

Sem considerar um “custo” mas sim um “investimento nas muitas potencialidades do concelho” José Pio contabiliza 80 mil euros para a realização do evento.

A abertura oficial da Mostra, esta sexta-feira, dia 12, conta com a presença do Ministro do Planeamento, Nelson de Souza, e “eventualmente com a secretária de Estado do Desenvolvimento Regional” Maria do Céu Albuquerque, concluiu José Pio.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here