Gavião | Banda Juvenil: 30 anos a dar música e a formar cidadãos (C/VIDEO e FOTOS)

O Dia Mundial da Música celebra-se todos os anos no mês de outubro mas em Gavião o projeto de enculturação musical e social desenvolve-se todos os dias, desde que há 30 anos o antigo presidente de Câmara, Jaime Estorninho, sob a batuta do maestro Sílvio Pleno (já falecido), decidiu criar a Banda Juvenil do Município de Gavião. Desde então este projeto cultural nunca mais parou, tendo sido formados na escola de música da Banda nestas três décadas largas centenas de jovens que contam com o apoio do CCD de Gavião, com os ensinamentos do maestro Paulo Pires sendo o suporte financeiro assegurado pelo município.

PUB

A Banda Juvenil do Município de Gavião é hoje presidida por Sílvia Palma, presidente do Centro de Cultura e Desporto (CCD) de Gavião, conta com o suporte financeiro da autarquia ao nível de transporte dos músicos, fardas e instrumentos musicais, e é regida pelo maestro Paulo Pires, que acompanha o projeto desde os seus primórdios.

Jaime Estorninho, ex-presidente da Câmara de Gavião e fundador da Banda Juvenil do Município de Gavião. Foto: mediotejo.net

Promover a arte musical em todos os setores da sociedade, divulgar a diversidade musical assente nos ideais da paz e amizade entre as pessoas, e o contacto com a evolução das diferentes culturas e a troca de experiências nacionais e mundiais são algumas das premissas deste projeto que tem tanto de integrador, socialmente, como de educador, ao nível musical.

José Pio, atual presidente da CM Gavião, já foi presidente da Banda Juvenil, projeto acarinhado desde a primeira hora. Foto: mediotejo.net

Hoje, integrar a Banda Juvenil faz parte do quotidiano dos jovens de Gavião, sendo atualmente cerca de 60 os jovens a frequentar a escola de música estando outros tantos integrados na banda. À medida que saem para a universidade, vão sendo rendidos pelos mais novos, em fornadas sucessivas de formação musical desde tenra idade.

Na festa dos 30 anos, o jornal mediotejo.net ouviu músicos, professores, dirigentes, o maestro da banda, o visionário fundador do projeto (Jaime Estorninho) e o atual presidente da autarquia (José Pio), que nos relataram os sentimentos desta jornada de três décadas em prol da musica, da cultura e da cidadania (ver vídeo).

PUB
Ao longo de 30 anos, a Banda Juvenil de Gaião já formou centenas de jovens de várias gerações, sendo hoje a instituição um dos pilares do desenvolvimento cultural e social da autarquia. Foto: mediotejo.net

A Banda Juvenil do Município do Gavião nasceu a 10 de junho de 1989 e é composta unicamente por jovens, tendo percorrido ao longo destas três décadas vários países europeus em intercâmbios ao nível da Europeade, e todo o país, desde o Norte ao Sul e também às ilhas, nomeadamente em feiras de artesanato, mostras de gastronomia, feiras do livro, festivais de bandas de música civis, para além de concertos e desfiles em arraiais e festejos populares, apresentando um repertório musical próprio, com diversos estilos de música.

O maestro Paulo Pires tem dedicado a sua vida à formação e ao ensino dos jovens. Foto: mediotejo.net

Além disso possui um considerável espólio, testemunho da atividade desenvolvida ao longo dos anos, durante os quais tem mantido em funcionamento uma Escola de Música, suporte artístico do grupo, que possibilita a substituição de músicos na banda.

Paulo Pires, Sílvia Palma, e José Pio: três dos atuais pilares de um projeto com 30 anos. Foto: mediotejo.net

O objetivo da Banda passa pela aprendizagem da música, mas também pela ocupação dos tempos livres e a tentativa de incutir nos jovens gosto pela arte musical. A formação de cidadãos é outra das vertentes que diferencia este projeto municipal e pelo qual já passaram várias gerações de gavionenses.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here