Futsal | Ferreira do Zêzere arrasou em jogo só com golos no primeiro tempo (C/fotos e áudio)

Bom jogo de futsal com golos apenas na primeira parte.

SPORT CLUBE FERREIRA DO ZÊZERE 8 – CENTRO SOCIAL DE S.JOÃO 2
Campeonato da II Divisão de Futsal – Série D – Jornada 4
Pavilhão Municipal em Ferreira do Zêzere
12-10-2019

PUB

O renovado Pavilhão Municipal de Ferreira do Zêzere recebeu na quarta jornada duas equipas em situação diferente no início do Campeonato Nacional da II Divisão.

Pavilhão Municipal de Ferreira do Zêzere.

Os da casa, com um excelente arranque, a contar por vitórias os jogos disputados, têm como assumida ambição serem Campeões Nacionais e a disputa da Liga Placard na próxima época.

O Centro Social de S.João, que já militou no escalão maior do futsal nacional, está numa fase de renovação e nas três jornadas já disputadas arrecadou apenas quatro pontos.

Ferreira do Zêzere aposta na subida e segue invicto.

Com o Pavilhão bem composto de público e com uma claque incansável no apoio à equipa visitada, o conjunto de Ferreira do Zêzere não podia sonhar com melhor início de jogo.
Com apenas oito segundos jogados, Kaká fez o primeiro golo da partida para repetir a façanha aos 20 segundos de jogo!

PUB

Perante esta avalanche, os pupilos de Alcides Lopes pouco podiam fazer e as ocasiões para os ferreirenses aumentarem a contagem foram-se sucedendo. Foi sem estranheza que Fortes colocou o marcador em três golos sem resposta aos quatro minutos.

Aos quatro minutos o Ferreira já vencia por três golos sem resposta.

Respondeu a equipa de Coimbra e na conversão de um livre Gustavo Martins reduziu dando novo ânimo à sua equipa. Entrou-se numa fase alucinante de ataques e contra ataques. Após Fortes, do Ferreira do Zêzere, atirar ao poste da baliza de Simão Leão, no contra golpe Diogo Simões voltou a marcar para o S.João, passando o jogo a ter contornos de algum equilíbrio.

Após duas boas ocasiões para o S.João marcar em minutos seguidos, ambas por Diogo Simões, o Ferreira volta a colocar a vantagem em três golos em apenas 30 segundos.
Ao oitavo minuto Alexis, primeiro, e Kaká, a seguir, marcaram para a equipa da Capital do Ovo.

Ferreira voltou a marcar dois golos em poucos segundos e repôs a diferença.

Aos 12 minutos o Centro Social de S.João ao fazer muito cedo a quinta falta ficava “tapado” no que às faltas dizia respeito. Curiosamente no mesmo minuto o Ferreira do Zêzere também atingiu a quinta falta. Apesar de faltarem oito minutos para jogar até ao intervalo nenhuma das equipas beneficiou de um livre de dez metros.

No minuto seguinte Xisto roubou a bola a um adversário ainda na sua meia quadra e só parou quando bateu Simão Leão. O jogo começava a ganhar contornos de goleada.

Xisto marcou após um roubo de bola.

Com o Ferreira do Zêzere imparável as ocasiões sucediam-se. O remate cruzado de Xuxu foi parado em cima da linha de golo por Simão Leão depois de ter ido ao poste. Logo a seguir Fortes aumentou o “score”. Corria o minuto 14.

O S.João ia tentando contrariar esta tendência com Diogo Simões e Gustavo Martins muito ativos mas os golos não apareciam.

Técnico Alcides Lopes bem tentou mas os golos não apareceram.

Aos 17 minutos uma bola longa à procura de Fortes permitiu que, com um toque subtil, fizesse o seu “hat trick” e elevasse a contagem para uns impensáveis 8 a 2.

A fechar a primeira parte André Santos ainda obrigou o guarda redes da casa a excelente intervenção, cedendo canto. O intervalo chegou com a sensação de que o resultado se ajustava podendo ter havido mais golos.

Supremacia ferreirense traduzida em goleada ao intervalo.

Para o segundo tempo esperava-se a continuação da cavalgada no marcador. Quem assim pensou enganou-se. Os golos estavam todos reservados para o primeiro tempo.

Com o Ferreira a relaxar e a lançar jogadores menos utilizados, o jogo baixou de intensidade e com as equipas acomodadas as ocasiões para o marcador se mover foram escassas. O tom de equilíbrio iria prevalecer neste segundo período.

Segundo tempo jogado sob o signo do equilíbrio.

Começou melhor o S.João com Gustavo Martins a fazer um vistoso chapéu que saiu ao lado. Respondeu o Ferreira do Zêzere com Xuxu a obrigar o guarda redes José Cruz, entrado ao intervalo, a boa defesa.

Aos 23 minutos Alexis subiu na quadra e rematou para fora.
Entretanto iam-se acumulando as faltas e iam saltando as cartolinas amarelas do bolso do árbitro. Apesar disso o jogo foi pautado por um enorme “fair play”.

Entradas impetuosas valeram cartões. Imperou o “fair play”.

Ao 26 minutos Vitinho, do Ferreira, rematou contra o guarda redes ganhando um canto.
O jogo ia decorrendo com algumas jogadas bem gizadas mas com as defesas a suplantarem os ataques.

Aos 29 minutos um roubo de bola de Fortes permitiu-lhe ficar na cara do guarda redes do S.João que lhe roubou a hipótese de fazer o “póker” de golos. Grande defesa!

Podiam ter acontecido mais golos para ambos os lados.

A meio da segunda parte Alexandre Conde teve uma boa ocasião para reduzir a expressão no marcador mas o guarda redes da casa não lho permitiu. Na resposta Xuxu, de cabeça, atirou ao lado muito perto do poste.

Após o remate de Alexis por cima o S.João viu-lhe ser averbada a quinta falta. À semelhança da primeira parte a faltarem ainda oito minutos para jogar.

S.João atingiu a quinta falta muito cedo.

Aos 34 minutos Vitinho viu o poste devolver um forte remate. No minuto seguinte foi a vez de Coelho atirar à trave. A bola teimava em não entrar neste segundo tempo. Aos 38 minutos Vitinho usou a meia distância mas o guarda redes do S.João estava atento e defendeu com classe.

Vitória justa da melhor equipa na quadra.

O final chegou com um vencedor justo. Podiam ter havido mais golos para ambas as equipas. Bom espetáculo de futsal premiando o muito público presente e a incansável claque ferreirense. O Ferreira do Zêzere segue invicto no comando da Série D do Campeonato Nacional da II Divisão. Boa arbitragem.

Claque ferreirense fez a festa no final com os jogadores.

FICHA DO JOGO

SPORT CLUBE FERREIRA DO ZÊZERE:
Hugo, Alexis, Kaká, Ruizinho e Romário.
Suplentas: Gustavo, Vitinho, Xisto, Fortes, Coelho, Xuxu e Palhaço.
Treinador: André Guimarães.

Sport Clube Ferreira do Zêzere.

CENTRO SOCIAL DE S.JOÃO:
Simão Leão, André Santos, Diogo Simões, Gustavo Martins e Josiel Pereira.
Suplentes: Vasco Filipe, José Cruz, Pedro Buco, Kiko, Alexandre Conde, Luís Faria, Rodolfo, Daniel Costa e Ricardo Bilro.
Treinador: Alcides Lopes.

Centro Social de S.João.

GOLOS:
Fortes (3), Kaká (3), Alexis e Xisto (F.Zêzere); Gustavo Martins e Diogo Simões (S.João).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Nuno Oliveira, George Silva e Sandra Rita (AF Coimbra).

Equipa de arbitragem: Nuno Oliveira, George Silva e Sandra Rita com os capitães.

No final fomos ouvir o técnicos de ambas as equipas:

André Guimarães-Treinador do F.Zêzere.

 

Alcides Lopes-Treinador do C.S.S.João.

*Com David Belém Pereira (fotos e áudio).

 

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here