Futsal | Eléctrico vence Fundão e é vice-líder da Liga Placard (C/fotos e áudio)

Muita luta em jogo empolgante.

ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE 3 – ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DO FUNDÃO 1
Liga Placard – 5ª jornada
Pavilhão Gimnodesportivo de Ponte de Sor
07-10-2019

PUB

O Eléctrico da Ponte de Sor vinha da primeira derrota da época no reduto dos Leões de Porto Salvo e, perante o seu público, pedia-se que voltasse à senda das vitórias. Do outro lado da quadra estava uma equipa habituada a estar nos lugares cimeiros do futsal nacional e que também havia perdido com a Burinhosa.

Pavilhão Gimnodesportivo da Ponte de Sor.

Muitos motivos de interesse que levaram até ao Gimnodesportivo da cidade alentejana muito público pese o facto de ser um dia de semana e o jogo ser televisionado.

Equipas decididas a corrigir mau resultado da última jornada.

Como se esperava o jogo começou em toada de equilíbrio, apresentando o Eléctrico algumas alterações no cinco inicial: na baliza estava o reforço Cristiano e o capitão Renan Fuzo, a contas com uma fractura num dedo do pé, não chegou a sair do banco.

A primeira situação de perigo aconteceu logo no segundo minuto de jogo com Rodriguinho a desembaraçar-se do marcador direto e a servir Graça que quase abria o marcador.

PUB

Não marcou o Eléctrico fê-lo o Fundão. Numa rápida transição ofensiva, Bocum ficou “esquecido” do lado esquerdo e rematou de pronto, colocando o Fundão na liderança do marcador logo aos três minutos.

Fundão marcou cedo.

Bocum, transferido esta época para a equipa da Capital da Cereja, militou no Eléctrico e após o golo não festejou, tendo, inclusivamente, um gesto em jeito de pedido de desculpas aos adeptos da ex-equipa que o aplaudiram. Bonito.

Reatada a partida, com o Eléctrico em busca do golo do empate, aos cinco minutos Bello não tem a melhor decisão e Rodriguinho chegou tarde à emenda.

Wesley, o possante pivot do Fundão, podia ter aumentado a contagem mas a bola desviada num jogador da casa saiu ao lado. Na resposta o guarda redes Júlio César teve de se aplicar para evitar o golo pontessorense.

Fundão dispôs de mais ocasiões para marcar. Não aproveitou.

Aos 12 minutos, após uma pausa técnica pedida por João Nuno Ribeiro, Cristiano teve uma superior intervenção, negando o golo a Peléh. À passagem do quarto de hora Varela, na conversão dum livre, obrigou Cristiano a nova defesa. O mesmo Varela recargou fácil para o guarda redes.

Com muito para jogar o Eléctrico atingiu a quinta falta e logo a seguir o capitão dos serranos, Mário Freitas, viu o cartão amarelo.

Cristiano a bom nível foi evitando o avolumar do marcador.

Aos 19 minutos o japonês Hirata tem uma excelente iniciativa individual com Cristiano a negar, mais uma vez, o golo da tranquilidade ao Fundão. Entretanto André Maluko fez a sexta falta do Eléctrico e viu a cartolina amarela.
Da marca dos dez metros Rafael Bocum permitiu a defesa de Cristiano.

André Maluko fez a sexta falta. Fundão não concretizou.

Tempo ainda para nova falta, desta vez de Silvestre sobre Peléh. Na conversão do livre Varela atirou ao poste.Com o tempo a esgotar-se Kitó Ferreira pediu uma pausa técnica e no recomeço o Fundão esteve próximo do golo com Cristiano a antecipar-se a Bocum.

Na resposta, Bello desenvencilhou-se de três defensores do Fundão e assistiu para o golo de Silvestre.Quando faltavam seis segundos! O empate registado ao intervalo penalizava a pouca eficácia do Fundão e deu novo alento ao conjunto de Kitó Ferreira. Cristiano esteve enorme na baliza do Eléctrico.

Fundão só pode queixar-se da falta de eficácia.

Para a segunda parte estava tudo em aberto e com o empate assinalado no marcador era expectável uma segunda parte bastante disputada. Aos 24 minutos Bocum fez falta passível de cartão amarelo e o guarda redes Júlio César teve dificuldade em travar o remate de Nem.

Quatro minutos depois Wesley tirou o seu marcador direto do caminho e valeu o facto de Cristiano estar no caminho da bola. Bocum imitou-o ao rematar contra o guarda redes. Hirata via o cartão amarelo. No minuto seguinte André Maluko isolou-se mas não conseguiu ganhar o duelo com Júlio César.

Golo do Eléctrico acelerou o jogo.

À passagem da meia hora Cristiano opôs-se bem ao remate cruzado de Lucas Lima. Acabou por ver a cartolina amarela. Aos 33 minutos perante a passividade defensiva da equipa do Fundão Bello atirou a contar dando a volta ao marcador a favor da equipa pontessorense.

De imediato o técnico dos visitantes pediu uma pausa técnica. No recomeço percebeu-se que o golo do Eléctrico colocou mais velocidade no jogo naquele que foi o melhor período da equipa da casa.

Bello deu a volta ao marcador.

Aos 36 minutos Cristiano levou a melhor e ganhou o duelo com o pivot Wesley, segurando a vantagem. No minuto seguinte Bocum escorregou, em luta com Rodriguinho, este serviu Nem que encheu o pé e aumentou a vantagem da sua equipa.

A perder por dois golos o Fundão apostou no cinco para quatro com o capitão Mário Freitas nas funções de guarda redes avançado. Lucas Lima enjeita uma excelente ocasião para reduzir.

Nem fixou o marcador.

O final do jogo chegou com uma preciosa vitória da equipa que materializou em golos as oportunidades que lhe surgiram. O Fundão pode queixar-se da falta de eficácia dos seus jogadores. Arbitragem a bom nível.

Num campeonato muito competitivo o Benfica está isolado na liderança e o Eléctrico entrou para o grupo dos segundos na companhia de Sporting, Quinta dos Lombos, Modicus e Viseu 2001.

O capitão Mário Freitas nas funções de guarda redes avançado.

FICHA DO JOGO:

ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE:
Cristiano, Silvestre Ferreira, Nem, Rodriguinho e Bruno Graça.
Suplentes:Diogo Basílio, Renan Fuzo, Filipe Pereiro, Bello, Nuninho, Miguel Pegacha, Henrique Vicente, Alexandre Prates e André Maluko.
Treinador: Kitó Ferreira.

Eléctrico Futebol Clube.

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DO FUNDÃO:
Júlio César, Mário Freitas, Hirata, Péleh e Bocum.
Suplentes: Côco, Costinha, Lucas Lima, Rafael Freire, David Gomes, Edgar Varela e Wesley.
Treinador: Nuno Couto e João Nuno Ribeiro.

Associação Desportiva do Fundão.

GOLOS:
Silvestre, Bello e Nem (Eléctrico); Rafael Bocum(Fundão).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Rui Ventura (AF Guarda) e David Martins (AF Viseu).
Cronometrista: Cláudio Bica (AF Santarém).

Equipa de Arbitragem: Rui Ventura e David Martins com os capitães.

No final ouvimos os técnicos de ambas as equipas:

Kitó Ferreira-Treinador do Eléctrico.

 

João Nuno Ribeiro-Treinador do Fundão.

*Com David Belém Pereira (fotos e áudio).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here