Futsal | Eléctrico “lamenta e condena” saída unilateral do guarda-redes Paulo Vítor

Direção do Eléctrico critica saída "unilateral" do guarda-redes titular da equipa de futsal. Foto: mediotejo.net

A direção do Eléctrico Futebol Clube, de Ponte de Sor enviou um comunicado à Comunicação Social  no qual “lamenta e condena” a saída do atleta Paulo Vítor do Nascimento, guarda-redes titular da equipa de futsal, a disputar a Liga Sportzone, por este o ter feito “de modo unilateral e inesperado”.

PUB

“A direção assume uma política de transparência e respeito para com todos os atletas e colaboradores do clube, não podendo aceitar que nenhum atleta, por mais qualidade que apresente, tente renegociar compromissos assumidos no início da época, principalmente sob pressão e por valores completamente absurdos, em relação à realidade praticada no clube”, lê-se no documento.

Segundo ainda a nota informativa, a direção diz “manter total confiança no atual plantel (…) e no rumo de seriedade que trouxe o clube até este patamar”.

A direção termina o comunicado sublinhando que “cumpriu todos os compromissos com o atleta e, desse modo, está a analisar todas as possibilidades de defender os seus direitos, tendo em conta a saída unilateral do atleta”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here