Futebol | Sertanense venceu Torreense no arranque do Campeonato de Portugal (C/fotos e áudio)

Bom jogo no lançamento do Campeonato.

SERTANENSE FUTEBOL CLUBE 2 – SPORT CLUBE UNIÃO TORREENSE 0
Campeonato de Portugal – Série C – 1ª jornada
Campo de Jogos Dr. Marques dos Santos
Sertã
18-08-2019

PUB

Temperatura amena, céu nublado, vento por vezes forte, relvado em bom estado mas muito escorregadio e bancadas bem compostas de público com as claques dos clubes em apoio constante e incondicional aos seus. Eram estas as condições reunidas na Sertã para assistir ao arranque do Campeonato.

Bancadas animadas no Dr. Marques dos Santos.

O Sertanense, com uma verdadeira “revolução” no plantel, venceu a Taça de Honra da Associação de Futebol de Castelo Branco e deixou boa impressão. O Torreense apostou forte. Com o internacional Marco Caneira nas funções de Diretor Desportivo, a equipa de Torres Vedras apresentou um plantel de qualidade onde se destaca Evaldo, com larga experiência na I Liga (FC Porto, Marítimo, SC Braga, Sporting, Gil Vicente e Moreirense) além de uma passagem pelo Deportivo da Corunha, do Campeonato Espanhol.

Bons duelos individuais.

Muitos aliciantes e expectativa para este jogo em que as equipas rapidamente encaixaram passando muito do futebol praticado pelo meio campo numa fase onde as defesas iam neutralizando os dianteiros. O primeiro sinal de perigo veio da equipa da casa, aos nove minutos, na forma de livre batido do lado esquerdo. Sacudiu a defensiva torrejana e Outtara ganhou a segunda bola e rematou, mas por cima.

Outtara, muito impetuoso, é referência no ataque do Sertanense.

A resposta surgiu aos 12 minutos por Lucas Reis. O ex-Mação foi à linha de fundo cruzar ganhando um canto. Em cima do quarto de hora o Sertanense ensaiou uma boa jogada, progredindo em triangulações, com Salinas a concluir com forte remate que saiu por alto.
Três minutos depois foi a vez de Outtara ensaiar a meia distância com o esférico a sobrevoar a baliza de Nelson Pinhão.

PUB
Sertanense esteve sempre mais perto do golo.

O jogo voltou a entrar numa fase morna, sem grandes hipóteses para golo. Até que aos 29 minutos Tito Júnior entrou em velocidade pelo lado direito na área do Torreense. Danilson escorregou e acabou por travar o ala direito da equipa da casa à margem das leis. Da marca dos onze metros Sevivas não vacilou e abriu o ativo.

Da marca dos onze metros Sevivas bateu Nélson Pinhão.

Com uma hora para jogar a equipa de André Tomaz tinha de correr atrás do prejuízo sem descurar a sua defesa já que o Sertanense apresenta jogadores rápidos nos seus processos ofensivos.

Aos 32 minutos um livre favorável à equipa de Torres Vedras foi batido para a zona central da área sertaginense à procura da altura dos seus jogadores. O guarda redes Leandro Turossi foi carregado em falta sendo a jogada anulada.

Responderam os da casa passados cinco minutos, também de livre. O extremo reduto “azul-grená” sacudiu para canto. As defesas iam resolvendo os poucos problemas que lhes surgiam e em cima do apito para o descanso Igor Sevivas tentou a meia distância sem sucesso. Resultado aceitável ao intervalo, penalizador para os visitantes. Ajustava-se o empate.

Resultado mais justo ao intervalo seria um empate.

O treinador do Torreense, André Tomaz, tinha de fazer algo para tentar inverter o rumo dos acontecimentos. Deixou Aílson Tavares no balneário e lançou o possante Tom na equipa.
O segundo tempo começou com os visitantes a lançarem o pânico no extremo reduto da equipa da Sertã.

Numa sequência de cantos, Danilson quase marcava. Primeiro de cabeça e numa segunda bola com forte remate que a defesa tirou para novo canto. Voltou a cabecear por cima. Respirou-se de alívio na Sertã.

Torreense entrou muito bem no segundo tempo.

Aos 57 minutos Álvaro Milhazes subiu à área visitante e valeu o corte decidido de Michel Tavares para canto. Volvidos dois minutos um centro “venenoso” de Lucas Reis obrigou o guarda redes Leandro Turossi a aplicar-se, a soco, para esconjurar o perigo.
O jogo entrou em nova fase de adormecimento e só aos 63 minutos um livre em zona frontal, batido por Tom, despertou a atenção. Passou muito por cima.

Jogo movimentado a meio campo.

Estavam reservados para os últimos dez minutos os momentos mais emocionantes do jogo.
Após Milhazes cruzar da linha de fundo para “terra de ninguém” Tom alvejou a baliza da equipa da casa mas o remate foi sacudido pela defensiva.

Cyrille Kpan, entrado à pouco na equipa de Hugo Martins, arrancou pela esquerda e sem oposição, rematou por alto.

Aos 87 minutos o Torreense podia ter chegado ao empate. Num livre do lado direito Michel Tavares colocou a bola milimetricamente na cabeça de Lucas Klysman. A forte cabeçada foi travada por Leandro Turossi, mantendo a sua baliza inviolada.

Guarda redes com trabalho atento.

O jogo estava nos seus últimos momentos e Hugo Martins lançou Marquinhos no jogo para os últimos dois minutos. Com um minuto em jogo Marquinhos correspondeu da melhor forma a um cruzamento bem medido de Tito Júnior e encostou para “matar” o jogo.

Tito Júnior assistiu Marquinhos para o segundo golo.

Vitória justa da equipa mais eficaz. O Torreense deixou boa impressão.
Arbitragem sem grandes problemas. Critério largo, deixou jogar até ter de segurar alguns excessos com os cartões. Positivo.

Festa do golo do Sertanense.

FICHA DO JOGO:

SERTANENSE FUTEBOL CLUBE:
Leandro Turossi, Ariano Sanches, Tito Júnior, Duarte Coelho, Alvaro Milhazes, Saná Gomes, Brash, Bruno Torres, Lucas Salinas (Marquinhos), Bassalia Outtara (Cyrille Kpan) e Igor Sevivas (Ká Semedo).
Suplentes não utilizados: Pedro Simões, Ricardo Mango, Diogo Marques e Gustavo Filipe.
Treinador: Hugo Martins.

Sertanense Futebol clube.

SPORT CLUBE UNIÃO TORREENSE:
Nélson Pinhão, Michel Tavares, Danilson, Fábio Marinheiro, Evaldo (Dinis Franco), Aílson Tavares (Tom), Fábio Arcanjo, Lucas Klysman, Leonel, Lucas Reis (Fábio Freire) e Rodrigo Vilela.
Suplentes não utilizados: Ricardo Campos, Pedro Almeida, Rúben Fidalgo e João Hilário.
Treinador: André Tomaz.

Sport Clube União Torreense.

GOLOS: Igor Sevivas e Marquinhos (Sertanense).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Renato Gonçalves, Francisco Correia e Rui Fernandes (AF Guarda).

Equipa de arbitragem: Renato Gonçalves, Francisco Correia e Rui Fernandes com os capitães.

No final fomos ouvir os treinadores:

Hugo Martins-Treinador do Sertanense. Foto: mediotejo.net

 

André Tomás-Treinador do Torreense.

*Com David Belém Pereira (fotos e áudio).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here