Futebol feminino | Equipa do Pego repescada para 2ª eliminatória da Taça de Portugal Allianz

O sorteio foi realizado na Cidade do Futebol (foto: FPF).

A equipa feminina da Casa do Povo do Pego apesar de derrotada pelo Seia (0-5) na 1ª eliminatória da Taça de Portugal Allianz foi uma das formações repescadas para a fase seguinte da “Prova Rainha do Futebol Português”. O sorteio realizado na Cidade do Futebol ditou que o adversário será a formação do Amora (Seixal), viajando dessa forma no dia 2 de dezembro até ao Estádio da Medideira na margem sul do Tejo.

PUB
Futebol feminino | Equipa do Pego repescada para 2ª eliminatória da Taça de Portugal Allianz
Casa do Povo do Pego segue para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal Allianz (foto mediotejo.net).

O Amora Futebol Clube, que também disputa o Campeonato de Portugal, ocupa a quarta posição da Série D, com 20 pontos em 11 jogos disputados e na eliminatória anterior foi a Frielas vencer a equipa local por 1-3.

Futebol feminino | Equipa do Pego repescada para 2ª eliminatória da Taça de Portugal Allianz
Estádio da Medideira, em Amora (foto: facebook Amora Futebol Clube).

Eis o quadro de todas as 20 partidas desta 2ª eliminatória da Taça de Portugal Allianz:

SÉRIE NORTE
GCD Águias Negras Tabuadelo (R) – FC Romariz
Fundação D. Laura Santos Moimenta da Serra – UD Sousense (R)
Lusitano FC Vildemoinhos – CF Oliveira Douro (R)
Lordemão FC (R) – S Marítimo Murtoense
FC Parada (R) – SC Freamunde
AD Poiares (R) – AD Lousada (R)
Os Sandinenses GDRC – AD Grijó
AC Cucujães (R) – CS Bonitos Amorim
FC Cesarense (R) – Gil Vicente FC
Ribeirão 1968 FC – AJ Escola F Hernâni Gonçalves

SÉRIE SUL
UD Ponte Frielas (R) – Seia FC
SF Damaiense (R) – Palmelense FC (R)
Escola Futebol Feminino Setúbal – UR Cadima
Quintajense FC – AR Meirinhas (R)
UFC Almeirim (R) – SU Sintrense
Guia FC – FC Barreirense
Amora FC – Casa do Povo do Pego (R)
SL Benfica – SCU Torreense (R)
Clube Condeixa – GDC Bairro Santo António (R)
GD Pescadores Costa de Caparica (R) – AD Souselas

PUB

Legenda: (R) – Repescado

Fonte: Federação Portuguesa de Futebol

PUB

A grande “culpada” é uma velhinha máquina de escrever Royal esquecida lá por casa e que me “infectou” para uma vida que se revelou mais tarde não fazer sentido sem o jornalismo. O primeiro boletim da paróquia e o primeiro jornal da pequena aldeia onde frequentava a escola (tinha apenas 7 anos de idade) entranharam-me a alma (e o sangue) deste “vício” de escrever e comunicar. Seguiram-se os pequenos jornais de turma, os das escolas, os painéis informativos colocados nas paredes dos átrios e o dos escuteiros... e nunca mais o “vício” sarou. Ao longo da vida, foram vários e diversificados os ofícios exercidos profissionalmente, mas o “mar dos desejos” desaguava sempre numa folha de papel ou (mais tarde) num portátil de computador (e sempre com a máquina fotográfica como companhia). Já mais "a sério” e desde jornais regionais, rádios locais, periódicos nacionais e televisão (TVI), já são mais de 45 anos de um percurso “académico” de alguém que pouco se importa de não possuir um “canudo”.
Artigo anteriorAlcanena | António Costa visita esta sexta-feira a Couro Azul
Próximo artigoConstância | Ministro da Defesa visita Exército na Brigada Mecanizada (BrigMec)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here