Futebol | A análise à Liga Inatel, por Telmo Gomes

*Telmo Gomes, 39 anos, operário fabril, gere o blogue “Cantinho do Primeiro Andar”. Foto: DR

Este fim de semana foi sinónimo de fim de época para muitas equipas na Liga Inatel. Muitas aguardavam ansiosamente pelo último apito do arbitro, outras deram tudo até ao último momento para que não fosse o último da época. Se na Série 1 temos as oito melhores equipas do distrito já prontas para a Fase Final, na Série 2 cinco equipas foram apuradas diretamente e as últimas três foram apuradas pelo critério do desempate no fator disciplinar. Confira as equipas apuradas e a análise aos jogos desta jornada.

PUB

Serie 1:

Grupo A1

Bemposta 2-3 Sentieiras

Em jeito de despedida de uma época de altos e baixos a Bemposta recebia as Sentieiras que sabia que tinha de vencer para ainda sonhar com o 1º lugar do grupo. Na época passada este Bemposta vs Sentieiras selou o fim de época das Sentieiras, este ano foi o inverso, selou o fim para a Bemposta. Duas boas equipas que mostraram que estão sempre prontas para dar tudo seja em que circunstancia for. Vitória das Sentieiras que segue para a Fase Final em 2º lugar do grupo.

PUB

Seiça 2-1 Alvega

Um jogo que se pode intitular de “Jogo Grande” ou um “Grande Jogo”, também duas boas equipas recheadas de bons valores. Se para o Seiça o único pensamento era a vitória para assegurar o 1º lugar, o Alvega vinha com fome de vencer e demonstrar mais uma vez que poderia ter feito mais, caso a sorte estivesse do lado deles. A vitória final acabou por cair para os Homens de Seiça que assim vencem o grupo e seguem com moral em alta para a Fase Final.

Envendos folgou

Grupo B1

Azinhaga 2-0 Alcanhões

Por terras do Diamante, um jogo sem nada a ganhar, nem nada a perder, apenas em jogo o facto de quem ficava à frente de quem na tabela, e a Azinhaga queria por tudo deixar de ser a lanterna vermelha do grupo, e com esta vitória na despedida da época, entregou-a em mãos ao Alcanhões que mesmo acabando com a lanterna na mão, deu muito boa conta de si e, de certa maneira, surpreendeu quem não acreditava no projecto.

Alcaravela 2-1 Mouriscas

Em Santa Clara, no campo onde é “proibida a entrada de armas”, jogou-se a discussão da liderança do grupo, em plena ultima jornada com vantagem, em caso de empate, para os “Putos” de Alcaravela. A jogar em casa sabiam que não poderiam facilitar em nada pois do outro lado estava uma equipa que, fim de semana após fim de semana, se tem fortalecido. Saíram por cima os de Alcaravela que venceram pela margem mínima mas as Mouriscas deixaram boa impressão para a fase seguinte.

Concavada folgou

Apurados para a Fase Final Serie 1:

Cabeças de Serie:

Seiça (Ourém)

Alcaravela (Sardoal)

Paço dos Negros (Almeirim)

Montinhos dos Pegos (Coruche)

Não cabeças de Serie:

Sentieiras (Abrantes)

Mouriscas (Abrantes)

Figueirense (Coruche)

Areias (Benavente)

Serie 2:

Grupo A2

Bairrense 9-0 São Miguel do Rio torto

Se queriam golos, todos os caminhos iriam dar ao a “Terra das Pegadas de Dinossauros”. O Bairrense levou o São Miguel do Rio Torto a uma goleada das antigas, nove golos sem resposta é obra. O Bairrense estava seguro de passar à Fase Final e quis mostrar aos seus adeptos a suas qualidades. Já o São Miguel do Rio Torto, depois de conhecer o resultado do dia anterior, nada tinha a ganhar e sem duvida que foi ao Bairro para cumprir calendário e divertir-se a jogar à bola.

Rossiense 1-3 Casais de Revelhos

Um jogo que podia dar muito que falar e que podia obrigar a muitas contas por fazer. Era no Rossio, um sábado de nervos em que as pernas tremeram para ambos com grandes penalidades falhadas de parte a parte. O Rossiense sabia que vencendo ficava em posição de possível repescagem, mas do outro lado estava uma equipa que também só queria vencer para não depender de terceiros e ficar ela em posição de repescagem. A sorte, e o mérito, sorriu aos forasteiros que assim asseguraram lugar na Fase Final, graças ao fator disciplina.

Vale das Mós folgou

Grupo B2

São Facundo 4-2 Água Travessa

Um final de época em alta para o São Facundo que, se numa primeira fase, fez um único ponto em 10 jornadas, nesta segunda fase fez 12 pontos em apenas 8 jogos. Excelentes perspectivas para a próxima época e esperemos que voltem ainda mais fortes. Já o Água Travessa fez uma primeira fase muito boa, diga-se, e nesta segunda fase, que seria até mais acessível, contou por derrotas todos os jogos realizados. A rever sem duvida o que se terá passado, tendo em conta que possui alguns bons executantes e boas condições, nomeadamente a nível de balneários.

Carvalhal 1-3 Vilarregense

E por último, temos o “Jogo dos Jogos” desta última jornada, duas equipas empatadas deste a 1ª jornada até esta última ronda. Decisão em casa dos Lobos de Carvalhal, sendo que a vitória garantia a qualquer uma a passagem directa à Fase Final. O 2º lugar do grupo dificilmente daria passagem, logo era importantíssimo ganhar. Começou melhor o Carvalhal, que entrou a vencer, mas na 2ª parte o Vilarregense deu a volta e mostrou que a derrota inaugural foi um lapso, senão teriam conseguido um “sem espinhas” nesta 2ª Fase. O 2º lugar no grupo afastou mesmo a equipa dos Lobos do Carvalhal, pelo critério de desempate pelo fator disciplina.

Brunheirinho folgou

Apurados para a Fase Final Série 2:

Bairrense (Ourém)

Vilarregense (Vila de Rei)

Raposense (Almeirim)

Parreira (Chamusca)

Carapuçanense (Coruche)

*Apuradas pelo critério de desempate do Conselho de Disciplina, atribuído às equipas com melhor prestação disciplinar:

*Casais de Revelhos (Abrantes)

*Assentiz (Rio Maior)

*Estevense (Benavente)

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here