Festival Nacional de Gastronomia dá a provar iguarias nacionais em Santarém

Festival Nacional de Gastronomia dá a provar iguarias nacionais em Santarém. Foto: DR

A 39.ª edição do Festival Nacional de Gastronomia vai realizar-se de 24 de outubro a 03 de novembro, na Casa do Campino, em Santarém, com 12 tasquinhas típicas representativas de todo o país e cinco banquetes com chefes “conceituados”.

PUB

O programa para os 11 dias do Festival Nacional de Gastronomia (FNG) foi apresentado hoje na Quinta da Ribeirinha, em Santarém, num almoço preparado pelo chefe ribatejano Rodrigo Castelo, vencedor do concurso Troféu Portugal 2018 e que será responsável, juntamente com João Correia, por um dos cinco banquetes agendados para a edição deste ano.

O presidente do conselho de administração da empresa municipal Viver Santarém, João Leite, disse à Lusa que ao longo de 11 dias “Portugal vai estar à mesa” em Santarém, com “o melhor da gastronomia nacional” a passar pelas 12 tasquinhas que representam municípios e regiões do continente e das ilhas.

O responsável pela organização, conjuntamente com a Câmara de Santarém, destacou os cinco “banquetes” que serão preparados por chefes com estrelas Michelin como Rui Paula (25 de outubro), Chakall (dia 26), Óscar Gonçalves (31), João Correia e Rodrigo Castelo (01 de novembro) e Justa Nobre (dia 02).

O FNG, que tem a parceria da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo e é produzido pela Essência do Vinho, apresenta este ano “dias temáticos” sobre “o vinho e a vinha”, subtema do festival, relacionado com a temática da Feira Nacional da Agricultura, que se realizou em junho em Santarém.

PUB

Nesta iniciativa, os municípios convidados apresentarão nos respetivos dias – Grândola (25 de outubro), Peso da Régua (26), Viseu (27), Lagoa (30), Palmela (31), Anadia (01 de novembro), turismo dos Açores (02) e Santarém (03) – repastos que incluam vinho, “dos mais tradicionais aos mais inovadores”, dando a conhecer, além da gastronomia e do vinho dos seus territórios, a oferta turística.

João Leite afirmou que no próximo dia 28 será apresentado o Dia Nacional da Gastronomia 2020, evento que será celebrado em Santarém no último fim de semana de maio de 2020, irá marcar o arranque da celebração dos 40 anos do FNG.

“Serão dois dias em que será dado grande destaque a Santarém” e à sua relação com a gastronomia, disse, adiantando que o programa dos 40 anos do FNG, com eventos a decorrerem ao longo de todo o ano, será apresentado no início de 2020.

O FNG reserva um espaço para a doçaria tradicional e os agro produtos, com a presença de 27 expositores, e outro para o artesanato, com 31 artesãos, estando agendados momentos de animação com diversos grupos musicais e quatro “concertos intimistas”, com Sebastião Antunes Trio (dia 25 de outubro), Jorge Palma (dia 26), João Chora (01 de novembro) e Três Bairros (dia 02).

Na inauguração, dia 24 de outubro, a Câmara de Santarém vai assinar um protocolo com a Confraria da Gastronomia do Ribatejo para a elaboração da Carta Gastronómica do Concelho, para preservar “a riqueza, diversidade e excelência do receituário tradicional” local.

O festival vai receber, dia 28, a primeira edição do Concurso Nacional de Cozinha Tradicional Portuguesa, promovido pela Qualifica/oriGIn Portugal, com o objetivo de motivar os produtores a “continuarem a respeitar os modos de produção, as receitas e o uso dos ingredientes genuínos que permitem manter a qualidade, a tipicidade e a diferença”, bem como “divulgar os genuínos produtos tradicionais portugueses” e possibilitar o aparecimento de novos produtos à base de matérias-primas locais ou nacionais.

No dia 29 realiza-se a gala de entrega de prémios anual do concurso Great Taste Awards, evento com origem no Reino Unido (em 1994) e que tem sido “responsável pela descoberta de produtos alimentares de qualidade excecional e pela sua promoção junto de profissionais e consumidores”.

Do programa do FNG fazem ainda parte dois seminários sobre a temática do vinho, o primeiro no dia 27 sobre “O Casamento entre a comida e o Vinho”, com Paulo Amado, diretor da revista Inter, e Rodrigo Castelo, chefe do restaurante Taberna Ó Balcão, e o segundo no dia 02 de novembro, sobre “Marketing e Promoção de Vinhos”, com representantes das quintas da Alorna e da Lagoalva e da CVR Tejo, ambos moderados por Francisco Armando Fernandes, consultor cultural do FNG.

O festival integra várias “Conversas sobre o Vinho”, provas comentadas, formações para profissionais e a presença dos 11 municípios da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here