Festas de Ourém | “O que eu sonho é um concelho que seja uma plataforma internacional” (c/vídeo)

Paulo Fonseca a discursar nas Pedreiras do Moimento, Fátima. Foto: mediotejo.net

Dia 20 de junho, terça-feira, celebra-se o Dia do Município de Ourém, feriado municipal, recordando-se a data, em 1991, em que a então vila nova passou a cidade. Este ano celebram-se ainda os 40 anos da elevação de Fátima a vila. Momento de muitas homenagens e de desenvolver um novo conceito de festas, que integrem todo o concelho. O desejo do presidente da Câmara, Paulo Fonseca, continua a ser aproveitar a existência de Fátima e transformar todo o território numa plataforma internacional.

PUB

Num ano marcado pela visita do Papa Francisco e dos 100 anos das aparições de Fátima, as festas de Ourém alargaram a sua atuação a todo o concelho, integrando Fátima, Frexianda e Caxarias nos seus palcos de espetáculo. “O concelho de Ourém é uma entidade cultural e territorial única”, frisou Paulo Fonseca ao mediotejo.net. “Durante um tempo nós andámos a recuperar financeiramente o município e não tínhamos condições para desenvolver aquilo que gostaríamos”, referiu. “Hoje temos outra base de apoio, outras condições para resolver os problemas”, razão pela qual se decidiu apostar num cartaz com artistas variados e conhecidos, como Richie Campbell ou Mickael Carreira.

Festas de Ourém, abertura da Expourem

Publicado por mediotejo.net em Sábado, 17 de Junho de 2017

A ideia passa por “promover o concelho como um todo”. “É importante levar essa festa a outras localidades”, destacou o autarca. De resto este é um modelo que se quer alargar a outras iniciativas, como a nível desportivo e empresarial para “fomentar a coesão cultural no concelho”.

“O que eu sonho para Ourém é um concelho que seja uma plataforma internacional”, destacou o presidente. Os grandes desafios de futuro para o concelho são por tal aproveitar os fundos comunitários e a internacionalização. “Continuar a trilhar o caminho da internacionalização para permitir que o concelho se alargue continuamente” e que isso transborde para a vida das pessoas.

Este ano serão homenageados com a medalha de ouro do município o povo da freguesia de Seiça (celebram-se os 500 anos da freguesia) e o município de Le Pléssis Trévise (cuja geminação faz 25 anos). Já as medalhas de mérito municipal percorrem um vasto número de pessoas que de alguma forma têm marcado a vida do concelho: Irmã Ângela Coelho, Armando Francisco, Fernando Major, Virgolino Neves, António Vieira, Irmã Maria José do Dom Samaritano, Adão Vasconcelos (título póstumo), Casa do Povo de Fátima, Centro Cultural e Recreativo do Olival, João Azevedo (Fundação Casa de Bragança), Durval Ângelo (deputado de Minas Gerais) e União das Misericórdias Portuguesas.

Serão ainda homenageadas empresas ligadas à elaboração do terço do centenário, os centros sociais e paroquiais de Freixianda e de Ribeira do Fárrio e as ligas de amigos dos Bombeiros de Freixianda e de Espite.

 

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here