Ferreira do Zêzere | Incêndio obrigou à evacuação pontual de populares na freguesia do Beco

ATUALIZAÇÃO às 17h17 de sábado, 12 agosto: Sinistro continua em resolução com 145 operacionais apoiados em 42 viaturas

PUB

ATUALIZAÇÃO às 10h00 de sábado, 12 agosto: incêndio em fase de conclusão, sendo que há bombeiros em operações de rescaldo e vigia no Ral, onde as chamas ficaram a poucos metros de duas habitações. Já se pode circular nas vias circundantes  neste momento mas a GNR não deixa passar carro para a Sra Orada sendo o trânsito desviado neste local para baixo ou para a Cruz dos Canastreiros

ATUALIZAÇÃO ÀS 01H48: Trânsito cortado no Nó de Pias para a A 13

ATUALIZAÇÃO ÀS 01H29: Incêndio está a ser combatido por 79 homens apoiados por 23 viaturas, de acordo com o site fogos.pt

ATUALIZAÇÃO ÀS 00H09: Não há habitações ameaçadas mas algumas pessoas mais idosas foram evacuadas para a Santa Casa da Misericórdia de Ferreira do Zêzere por precaução devido ao fumo intenso

Os bombeiros voluntários de Ferreira do Zêzere estão a combater um incêndio em povoamento florestal na Senhora da Orada, freguesia do Bêco, tendo o alerta sido dado pelas 20h40 desta sexta-feira, 11 de agosto. De acordo com o apurado estas ocorrências decorrem do incêndio de Barqueiro, no concelho de Alvaiázere, sendo que as maiores preocupações com os focos de incêndio são na aldeia de Ral, freguesia de Beco, onde existem algumas habitações que podem vir a ser ameaçadas pelas chamas.

O incêndio que deflagrou na sexta-feira, 11, às 19:40 em Alvaiázere, distrito de Leiria, teve uma das quatro frentes na direção de Ferreira do Zêzere, distrito de Santarém, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

A presidente da Câmara de Alvaiázere, Célia Marques, disse à agência Lusa, cerca das 23h40, que a situação na sua zona “está dominada”, mas que uma das quatro frentes ativas estão a deslocar-se para a localidade vizinha de Ferreira do Zézere, distrito de Santarém, onde uma aldeia já foi evacuada.

“Não estou em Alvaiázere, mas segundo me informaram, neste momento, o incêndio já passou para o concelho de Ferreira do Zêzere [distrito de Santarém]. No entanto, existem reacendimentos pontuais, o que nos preocupa. O cenário que se antevê desta noite não é calmo e sereno”, disse à Lusa Célia Marques.

A autarca adiantou que em Alvaiázere nunca chegou a haver casas ou pessoas em risco.

“Segundo me disseram, a situação está mais complicada em Ferreira do Zêzere, onde já terão tido necessidade de evacuar uma aldeia”, vincou. O mediotejo.net apurou, no entanto, que as evacuações de populares foram casos pontuais que se prenderam com cuidados relativos à inalação de fumo por parte de pessoas mais vulneráveis.

O incêndio com quatro frentes ativas, em povoamento florestal, deflagrou hoje pelas 19:40 na localidade de Barqueiro, no concelho de Alvaiázere, distrito de Leiria.

*C/Lusa

 

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here