Ferreira do Zêzere | Concurso para cargo na Biblioteca gera polémica com site de notícias

A Biblioteca Municipal Dr. António Baião, em Ferreira do Zêzere. Foto: mediotejo.net

A sessão da assembleia municipal de Ferreira do Zêzere de 1 de abril, segunda-feira, ficou marcada por dois episódios envolvendo o site de notícias “Região do Zêzere” e o seu responsável, Armando Cotrim, que é também funcionário municipal na biblioteca. Os deputados aprovaram por unanimidade, sob proposta do PS, um voto de mérito e louvor à página online e seu autor, para pouco depois, num tópico sobre um concurso para recursos humanos, gerar-se discussão por o presidente da Câmara, Jacinto Lopes, ter mencionado que Armando Cotrim estaria ligado ao PS quando interpelado pela opção de não o consolidar no cargo de técnico superior. Para o atual coordenador da biblioteca, todo o caso encontra-se relacionado com a página “Região do Zêzere”, afirmando que nunca esteve envolvido com os socialistas.

PUB

A discussão inicial sobre a abertura de concurso público para a contratação de um técnico superior para a Biblioteca de Ferreira do Zêzere ocorreu numa reunião de câmara privada, a 14 de fevereiro (páginas 16 a 18 da ata), e foi levada novamente a discussão na assembleia municipal de 1 de abril pelo PS. Após o voto de mérito ao site e seu autor no início dos trabalhos, o deputado Paulo Rodrigues lembrou o episódio no tópico da alteração ao mapa do pessoal de 2019, referindo que o presidente terá mencionado que Armando Cotrim seria desfavorecido no concurso por ter ligações ao PS.

Em resposta, Jacinto Lopes (PSD) comentaria que a intervenção do deputado estava a confirmar o alinhamento político. Quanto à abertura de concurso para o cargo de técnico superior na Biblioteca, afirmou que entendera ser o procedimento mais correto e que Armando Cotrim era livre de concorrer.

Face à exposição do presidente, Paulo Rodrigues levantou-se e garantiu perante a assembleia que o responsável pelo “Região do Zêzere” não tinha qualquer ligação aos socialistas. Todo o episódio gerou inclusive uma interrupção da parte do público, com um morador a contestar a situação e a abandonar exaltado a sala.

O tópico acabaria por ser aprovado por maioria, com a abstenção do PS. Já Armando Cotrim publicou uma declaração no “Região do Zêzere” afirmando a sua imparcialidade e um caso que considera não ser político, mas pessoal. Segundo este, é coordenador da biblioteca, como assistente técnico, desde 2014, tendo assumido nos últimos 18 meses, “à experiência”, as funções de técnico superior. A não consolidação da mobilidade, explica, vai conduzir a que regresse à categoria de assistente técnico, ou seja, não obstante tenha exercido as funções durante mais de um ano, não sobe na carreira.

PUB

“Os Ferreirenses sabem que o Região do Zêzere é uma paixão pela comunicação que começou na Rádio Clube do Zêzere em Águas Belas.  É feito sempre em casa e nas horas livres. Apesar das muitas pressões, o Região do Zêzere não terminará”, pode ler-se.

Na ata da reunião de 14 de fevereiro o debate em torno da questão ocupa mais de duas páginas. Não obstante Jacinto Lopes ter mencionado repetidamente os rumores de que Armando Cotrim terá ligações ao PS, tendo em vista as próximas eleições autárquicas, o documento refere que “pelo Sr. Presidente foi reiterado que não é de todo uma questão de política e que conforme já explicou, a não consolidação, deveu-se ao facto que durante os 18 meses o trabalhador não ter correspondido ao que se pretendia para o lugar”.

Jacinto Lopes afirmou também, segundo o mesmo documento público, que o funcionário pode participar no concurso.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here